Jornalista da Globo surpreende e faz desabafo sincero sobre racismo no Hora 1

Globo
Thiago Oliveira fez um desabafo sincero sobre racismo no Hora 1 (Imagem: Reprodução/ Globo)

Thiago Oliveira chamou a atenção do público do Hora 1, da Globo, nesta segunda-feira (01), ao comentar sobre os protestos contra morte de homem negro nos Estados Unidos. O jornalista fez um longo desabafo sobre o caso e, mais especificamente, sobre o racismo no Brasil.

Após uma reportagem sobre os atos, Roberto Kovalick iniciou uma conversa com o repórter esportivo: “Eu não sei qual o aspecto mais chocante dessa história, Thiago”. O apresentador, então, ouviu com atenção ao recado do colega.

“O chocante é aquilo que a gente viu porque tínhamos ali um celular gravando o vídeo e o áudio. Chocante é você imaginar que isso sempre aconteceu e não tinha, na tal ocasião, um celular com o vídeo e o áudio”, disparou o famoso.

O jornalista seguiu: “É isso que machuca, porque isso acontece diariamente lá nos EUA, no mundo todo e, sobretudo, aqui no Brasil. E tem uma coisa que é extremamente importante a gente dizer. Os atos que estamos acompanhando são extremamente importantes porque a gente precisa fazer barulho, mas atos pacíficos, para a gente não perder força. E mais do que isso, não é uma briga entre negros com brancos, não existe isso. É uma briga contra o racista”.

“O meu sonho, aos 35 anos, é que aquela frase ‘os racistas não passarão’ de fato eu vejo nos próximos anos. Se todos se unirem a gente vai conseguir, porque a voz vai predominar”, desabafou Thiago Oliveira.

O repórter da Globo continuou mandando um recado contra o racismo e a ideia de “vitimismo”. “Não é prepotência ou vitimismo, porque nos últimos anos a gente sempre escutou isso. A gente escuta isso [de vitimismo] várias vezes ao longo dos anos. Não é vitimismo, é realidade“, falou ele.

“Pense agora, você com a sua família, se gostaria de ser tratado e ter o mesmo tratamento que o negro tem nos últimos anos. Responda para você. Será que você iria responder sim ou, naturalmente, iria falar não. O não é compressível, porque o racismo está camuflado e enraizado, mas, a partir do momento que você tem essa resposta dentro de si, você vai entender que não vitimismo e, sim, o racismo que predomina nos últimos anos”, concluiu.

Confira:

 

Ver essa foto no Instagram

 

O jornalista @thioliveiras falou alguns minutos no Hora Um, Rede Globo, sobre racismo que existe na sociedade

Uma publicação compartilhada por Virei Jornalista (@vireijornalista) em

CONTINUE LENDO →

Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e responsável pela coluna “Do Fundo do Baú”, publicada às quintas-feiras no RD1, com conteúdos marcantes da história da TV brasileira. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser através do email luizfabio@rd1audiencia.com

ALERTAS GRATUITOS