Juliana Paes dá o que falar por causa de discurso de Marieta Severo na Globo; entenda

Juliana Paes
Juliana Paes deu o que falar nas redes sociais (Imagem: Reprodução / Globo)

Juliana Paes tem sido um dos assuntos mais comentados no Twitter desde a noite do último sábado (25). O motivo? Um discurso de Marieta Severo no Altas Horas, da Globo, sobre censura e a Ditadura Militar no Brasil (1964-1985).

A fala da veterana da emissora carioca aconteceu sob os olhares atentos da outra atriz, que é muito criticada nas redes sociais por causa dos seus posicionamentos mais recentes. “É insuportável viver sem liberdade, sem democracia”, disparou Marieta, num dos momentos do seu discurso.

No Twitter, então, Paes virou assunto. “Marieta Severo explica o horror da ditadura, e Juliana Paes só observa. Ela escutou, mas será que entendeu? O problema da extrema direita é que eles têm certeza sobre tudo. Espero, sinceramente, que o caso de Juliana Paes seja apenas de analfabetismo político”, escreveu um internauta.

Veja Também

“Marieta Severo dando aula de História para a Juliana Paes no Altas Horas”, observou outra. “Obrigado, Serginho Groisman, por nos dar o prazer de ver a carinha de bunda da bolsominion Juliana Paes enquanto a Marieta Severo contava os terror da ditadura e detonava o Bolsonaro. Será que ela aprendeu alguma coisa?”, questionou mais um.

Marieta Severo discursa contra a Ditadura

Na atração, a atriz de Um Lugar ao Sol lembrou da época em que tomou a decisão de deixar a televisão e também recordou do nascimento de sua filha, Sílvia Buarque, durante o exílio do casal na Itália: “Eu tinha acabado de fazer [a peça de teatro] ‘Roda Viva’ no Rio de Janeiro. Aí foi para São Paulo, eu não pude ir e estava grávida”.

“Nós saímos do Brasil em Janeiro de 69 para ficar 20 dias e voltar, mas aí Caetano Veloso foi preso, Gilberto Gil foi preso, e a gente recebia muito recado que se Chico voltasse, ele ia ser preso. Eu estava com barrigão, aí a gente falou ‘não vamos voltar’ e Silvinha nasceu na Itália por causa disso“, lembrou.

Ela completou: “Ficamos 1 ano lá, mas por causa desse período tenebroso que alguns aí clamam de volta, mas eu, com a minha experiência, minha vivência de ter passado por esses períodos todos, eu digo que não tem nada pior. É insuportável você não ter liberdade, é insuportável viver sem democracia”.

Confira a repercussão:

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

MAIS LIDAS

Luiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser encontrado através do email luizfabio@rd1.com.br
Veja mais ›