Juliana Paes volta a ser chamada de bolsonarista após comentário sobre Cuba

Juliana Paes
Juliana Paes voltou a causar polêmica nas redes sociais por conta de um comentário (Imagem: Reprodução / Instagram)

Juliana Paes voltou a causar polêmica nas redes sociais. No Instagram, a artista fez um comentário crítico em uma postagem da economista Renata Barreto sobre os protestos em Cuba, ocorridos no último final de semana.

Na publicação, Renata questiona a existência de uma democracia em Cuba, afirma que o país “é refém da ideologia” que as pessoas que usam “camisetinha do Che Guevara” diz defender, e manda essas pessoas tomarem “vergonha”. Em seu post, Juliana alfinetou aqueles que permanecem em silêncio sobre o regime no país.

Mas hoje tá um silêncio naquele Twitter… (ou tô delirando?) #cubalibre“, disparou a global, acrescentando alguns emojis de risos. Não demorou para Juliana ser detonada no Twitter e apontada como bolsonarista na rede social.

A Juliana Paes não cansa de passar vergonha. Está chamando o tuiteiro de socialista só falta nos mandar ir pra Cuba. Se você perguntar pra esse bolsominion o que é socialismo e o que está acontecendo em Cuba ela não sabe“, disse um.

A Juliana Paes não cansa de passar vergonha ela é burra e faz questão de dizer que é burra a todo momento. Está chamando o tuiteiro de socialista só falta nos mandar ir pra Cuba. Se vc perguntar pra esse Bolsominion o que é socialismo e o que está acontecendo em Cuba ela não sabe“, comentou outro.

Teve ainda um usuário que compartilhou uma publicação do padre Júlio Lancellotti sobre o que o sacerdote chamou de “crise humanitária em São Paulo” durante a pandemia de covid-19, e ironizou a famosa. “Juliana Paes e Bolsonaro, por favor, corre aqui para salvar esses cubanos”, escreveu, em tom de ironia. “Juliana Paes não sabe mais o que fazer pra ser ridícula“, postou.

Juliana Paes causou discórdia recentemente na internet após um desabafo sobre o que pensa da política:

“O mundo inteiro tá angustiado, tá desorientado. Aqui, no Brasil, o cenário se complica, porque todo e qualquer assunto é politizado. Eu não sou Bolsominion como o pessoal adora falar, quem não me conhece, tenho críticas severas a esse que nos governa, por outro lado não quero que governe o Brasil essa oposição que se insinua para o futuro. Então estou num ambiente onde não me sinto representada por ninguém”.

Eu não admito ser colocada em nenhum desses dois polos. Não quero contribuir para essa polarização doentia. Não nesse momento obscuro, onde o ódio reverbera mais. Ou você é isso ou é aquilo. Isso não existe. Somos múltiplos”, defendeu.

Eu não apoio os ideais arrogantes de extrema direita, não apoio delírios comunistas da extrema esquerda. Quero que isso aconteça independente de ideologia política”, disparou ela. A web viu o vídeo como uma resposta para uma ex-parceira de cena, a atriz Samantha Schmütz.

Em entrevista ao jornal O Globo, a comediante revelou que chegou a ter uma conversa com Juliana no privado. “Tive uma conversa, sim, com a Juliana no privado. O que sei é que não costumo transformar conversas particulares em assuntos públicos. Ainda não tivemos a oportunidade de falar depois de tudo o que rolou. Mas reforço que estou sempre aberta ao diálogo”, contou.

AvatarDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›