Justiça absolve acusado de estuprar a influencer Mariana Ferrer

Mariana Ferrer
Mariana Ferrer teve nova derrota na Justiça contra empresário (Imagem: Reprodução / Instagram)

A Justiça de Santa Catarina decidiu absolver o empresário André de Camargo Aranha, acusado de estuprar a promotora de eventos e influenciadora Mariana Ferrer, segundo a defesa do réu. De acordo com o G1, três desembargadores participaram da decisão, que foi unânime.

A publicação informou ainda que a defesa de Mariana Ferrer pode recorrer ao Superior Tribunal de Justiça (STJ). Os desembargadores votaram pela absolvição por falta de provas.

A blogueira acusa o empresário André de Camargo Aranha de tê-la estuprado em dezembro de 2018, em um camarim privado, durante uma festa em um beach club em Jurerê Internacional, em Florianópolis. Na época, ela tinha 21 anos e era virgem.

Em novembro do ano passado, a polêmica sentença no caso envolvendo a promoter catarinense revoltou muitos brasileiros. Famosos, por exemplo, utilizaram as redes sociais para desabafar contra a decisão da Justiça.

Na época, chamou a atenção o julgamento do empresário e uma série de imagens inéditas divulgadas pelo The Intercept.

Segundo a publicação, o acusado foi considerado inocente pois, para o promotor responsável pelo caso, “não havia como o empresário saber, durante o ato sexual, que a jovem não estava em condições de consentir a relação, não existindo portanto ‘intenção’ de estuprar.”

Além disso, nas imagens, o advogado de defesa de Aranha, Cláudio Gastão da Rosa Filho, aparece humilhando Mariana durante o julgamento, na presença do juiz Rudson Marcos.

“‘Estupro culposo’ pqp”, disse Bruna Marquezine, na ocasião. Luísa Sonza se posicionou sobre o caso: “#justicapormariferrer eu tô com medo do que o Brasil tá virando”.

“Vocês acham possível estuprar SEM QUERER? Estupro culposo é o ato de estuprar alguém sem intenção de estuprar ou de julgar alguém sem a intenção de condenar? #estuproculposonãoexiste”, escreveu Bruna Linzmeyer.

Rafa Kalimann também desabafou: “‘Não teve a intenção de estuprá-la’. Ahn? Isso existe? Quantas? Quantas vezes? Quantas vezes mais? Quantos outros medos? Quantas outras agressões? Quantos outros estupros ‘sem querer’? Quanto tempo nós temos? Talvez nenhum. Não dá para esse medo continuar. Quantas escondem o estupro ou a agressão ou têm medo de expor e ninguém acreditar?”.

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›