Justiça da Angola fecha templos da Igreja Universal do Reino de Deus

Igreja Universal
Angola fecha templos da Igreja Universal (Imagem: Reprodução / Instagram)

Quatro templos da Igreja Universal do Reino de Deus foram fechados pela Justiça de Angola no último final de semana, segundo a agência de notícias portuguesa Lusa. Uma fonte policial contou que, por ordem do MP do país, todos os templos da igreja serão fechados.

O processo de fechamento das igrejas do bispo Edir Macedo, dono da Record, será feito “de forma gradual”. Em declaração à Lusa, a Universal se mostrou surpresa com a ordem. De acordo com a IURD, cultos ocorriam nos locais quando as autoridades angolanas chegaram ordenando o fim das atividades e o fechamento do local.

Em Luanda, capital da Angola, os cultos religiosos foram liberados no último final de semana. Desde março, quando o governo impôs medidas de distanciamento social por causa da pandemia do novo coronavírus, o templo estava fechado.

Os quatro centros religiosos fechados pela Justiça na semana passada foram os de Kilamba, Estalagem, Km 30 e Samba. Segundo a igreja, os policiais que não estavam “munidos de qualquer mandado ou documentação de suporte”.

Em agosto, a Procuradoria Geral da República de Angola fechou outras propriedades de Edir Macedo. Em comunicado emitido pela PGR, as autoridades atribuíram as apreensões como resultado “do fato de existirem nos autos indícios da prática dos crimes de associação criminosa, fraude fiscal, exportação ilícita de capitais, abuso de confiança e outros ilícitos”.

CONTINUE LENDO →

A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.