Leandra Leal detona Jair Bolsonaro em discurso histórico na Globo

Leandra Leal e Jair Bolsonaro
Leandra Leal faz campanha contra Jair Bolsonaro e denuncia conivência dos eleitores (Imagens: Reprodução – Globoplay – Flickr / Montagem – RD1)

Leandra Leal foi uma das convidadas do Altas Horas deste sábado (26) e usou esse espaço na Globo para mandar a real sobre a crise política que estamos vivendo no Brasil. A conversa começou pautada pelos haters e depois mudou para Jair Bolsonaro, que recebeu críticas contundentes da famosa.

Nessa entrevista com Serginho Groisman, a atriz afirmou que não procura se importar tanto com quem a deprecia, exceto em casos mais graves:

Eu não ligo, não olho… Óbvio que quando é ameaça ou alguma coisa séria, a gente tem que se posicionar e brigar por justiça. A gente não pode confundir liberdade de expressão com crime. Tem coisas que tem que ser denunciadas”.

Emendando um assunto no outro, Leandra mostrou o seu espanto com o fato de Bolsonaro ter sido eleito como presidente em 2018 e apontou a conivência de seu votantes, já que o histórico do político nunca foi um dos mais corretos:

Como a gente deixou o Bolsonaro ser eleito presidente? Ele já falava sobre preconceito, ele já destilava o seu ódio, ele já falava sobre homofobia, ele já espalhava fake news. Não foi uma escolha difícil. Quem se permitiu achar que era uma escolha difícil relativizou o preconceito, a homofobia, o racismo. Porque tudo isso estava na fala dele”.

A artista detonou a série de preconceitos e discriminações disparadas pelo chefe de Estado e alertou os eleitores — que votarão novamente em 2022— a se atentarem a esse tipo de conduta:

O desprezo que ele tem pelas pessoas agora, a falta de empatia, [a maneira] como ele imita uma pessoa faltando ar… Ele já tinha isso no seu discurso, ele já tinha isso na sua prática. A gente não pode agora, nas eleições do ano que vem, ficar desatento a isso, achar que não, que isso é piada. Não é piada, preconceito não é piada. É sério”.

Por fim, Leandra Leal não resumiu o impacto de Jair Bolsonaro apenas à pandemia da Covid-19 — em estado crítico — mas também a outros problemas que o brasileiro pode enfrentar com esse tipo de governante:

Olha o que a gente está passando. A gente está passando por uma pandemia, mas tem inúmeras outras injustiças que a gente pode continuar passando no nosso país. E eu espero muito que essa seja uma lição desse momento. Todos nós precisamos votar com consciência, ouvindo, escutando o que a pessoa que está candidata àquele cargo está dizendo”.

Confira:

Matheus Henrique Menezes
Oficialmente redator desde 2017. Experiências como editor e social media. Já escrevi sobre famosos, TV, novelas, música, reality show, política e pauta LGBTI+. Vídeos complementares no YouTube, no canal Benzatheus.
Veja mais ›