Leo Chaves nega chance de volta da dupla com Victor e surpreende com revelação

Leo Chaves
Leo Chaves abriu o jogo sobre relação com Victor (Imagem: Divulgação / Léo Chaves)

Leo Chaves está em um novo momento da sua carreira. O famoso, que formou por 26 anos dupla sertaneja com Victor, grava, no dia 30 de setembro em São Paulo, o 1º DVD sem a presença do seu irmão no palco. Ao G1, o cantor falou sobre esse novo momento em sua vida e garantiu que não pensa em voltar com a dupla.

“Nem eu e nem ele pensamos em volta da dupla com carreira. Ele está focado no projeto solo dele que é o ‘VC’, que é maravilhoso, e eu focado no meu primeiro projeto solo, que é o meu DVD”, declarou o artista.

O sertanejo, então, soltou uma revelação: “Seria dar um tiro no pé a gente confundir o mercado agora com a volta do Victor e Léo. Jamais. Como irmãos a gente se ama, como sócios, a gente se odeia”.

A dupla, cabe lembrar, chegou ao fim em 2018 após diversas incompatibilidades de interesses entre os dois artistas. Apesar disso, Leo Chaves ressaltou que a relação dos dois atualmente é muito saudável. “A gente se relaciona muito bem como irmãos, fala de filhos, estamos sempre juntos”, completou.

A respeito do novo projeto, que será gravado na casa de shows Expo Barra Funda, exclusivamente para convidados, o artista destacou que é um recomeço da carreira com 15 músicas inéditas. O DVD contará com participações de nomes como Gusttavo Lima e Henrique e Juliano, além de Guilherme e Benuto e Xand Avião.

“Eu estou produzindo essas músicas inéditas durante três anos. Eu já produzi mais de 100 músicas inéditas, descartei 85 e estão ficando 15 músicas inéditas para o DVD. Quando eu falo isso as pessoas da banda não acreditam, mas eu mostro a lista”, disse.

O famoso explicou ainda: “As participações vão cantar uma inédita e uma do Victor e Leo. Eu quis fazer isso porque eu acho legal, até porque talvez muitos deles foram influenciados também por Victor e Léo”.

Leo garantiu que, nos últimos anos, nunca se afastou do sertanejo e disse que hoje há mais obras ruins do que boas dentro do gênero. Ele, porém, fez a ressalva de que isso não o impede de continuar ligado ao segmento e apreciar o que é feito atualmente.

“Isso faz parte do momento e está tudo certo. Eu escuto e me divirto do mesmo jeito, mas, quando eu ouço algo diferente, me chama atenção. E tem uma geração nova vindo com uma intenção bacana. Acho que as pessoas estão cansadas da mesmice. Na minha visão, está começando a chegar a um ponto de mutação de novo na música sertaneja. A mesmice entornou o caldo. Ou melhor, a mesmice vai entornar o caldo, na minha opinião”, pontuou.

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›