Lícia Manzo revela como surgiu a ideia de Um Lugar ao Sol, nova novela da Globo

Lícia Manzo
Lícia Manzo falou sobre a história de Um Lugar ao Sol (Imagem: Divulgação / Globo)

Lícia Manzo esclareceu como surgiu a ideia da sua próxima novela, Um Lugar ao Sol, que estreia no dia 8 de novembro, na faixa das 21h da Globo.

“O fato de escrever tramas com irmãos talvez se deva ao fato de eu ser filha única. Sempre quis ter um irmão, acho que filho único é criado numa vida de laboratório. Irmãos precisam lutar pelo seu espaço, explodem, brigam, mas essa relação tem essa cola de dividir a mesma origem, a infância, é muito poderoso, real e dramático”, diz a autora da trama.

Mas engana-se quem pensa que ter gêmeos no papel principal, vivido por Cauã Reymond, é folhetim puro e rasgado. Para a autora, o que vale é a história, o jogo subjetivo: “Estou mais interessada nas camadas psicológicas e sociais que esse jogo me traz”.

A ideia da novela surgiu quando Lícia assistia a um documentário na GloboNews que mostrava a realidade de jovens de 18 anos que viviam em um abrigo. Diante do questionamento “o que vocês querem fazer quando saírem daqui?”, fez com que Lícia imaginasse a realidade de milhares de jovens que têm suas histórias roubadas no país.

“Fiquei pensando em qual o prejuízo causado quando se tem que abrir mão de seus sonhos, aos 18 anos. É daí que parte a ideia desta novela, a história de alguém que fica obstinado pela vida que lhe foi negada.”

O diretor Maurício Farias destaca o texto da autora, que usa o folhetim de forma elegante e muito precisa. “A novela vem com vários avanços na narrativa. Os temas que Lícia aborda são importantes, sob o formato de um folhetim”, analisa. Para a autora, misturar realismo e o estilo “folhetinesco” é uma habilidade e garante que isso será visto na história dos gêmeos Christian e Renato.

MAIS LIDAS

Fernanda Menezes Côrtes
Fernanda Menezes Côrtes é jornalista, com mais de 20 anos de experiência em assessoria de comunicação, sendo os últimos onze anos voltados ao mundo do entretenimento e da televisão. Trabalhou na comunicação da Globo e do Canal Viva e como assessora de artistas.
Veja mais ›