Luciano Szafir reage contra rumores de ajuda financeira de Xuxa Meneghel

Luciano Szafir
Luciano Szafir reagiu contra comentários sobre ajuda financeira de Xuxa Meneghel (Imagem: Reprodução / Instagram)

Luciano Szafir decidiu abrir o jogo sobre os boatos de que o seu tratamento contra a Covid-19, que o deixou internado por semanas, teria sido pago por Xuxa, sua ex-namorada e mãe de sua filha, Sasha Meneghel.

Ao Extra, o ator garantiu que não dá muita importância aos comentários do tipo. “Claro que não gostei, mas passaram três segundos e já nem lembrava. Com 20 e tantos anos de carreira, estou acostumado. Estava preocupado em ficar vivo”, disparou.

“Tenho plano de saúde e condições de arcar com tudo. E, se Xuxa tivesse pagado, não teria vergonha. Infelizmente, existe uma imprensa ruim que não checa as informações e só quer vender a notícia o mais rápido possível”, desabafou o famoso.

O artista ainda ressaltou que em outros tempos se preocupava mais com boatos e notícias falsas, mas hoje supera mais facilmente.

“Já me preocupei mais com essas notícias falsas. No passado, já me seguraram até para não querer bater em jornalista. Naquela época não tínhamos a visão que temos hoje. Graças a Deus, ainda bem que evoluímos. Hoje, leio, me chateio três segundos e depois já nem lembro mais”, garantiu.

Luciano Szafir destacou, inclusive, que esses boatos não atrapalham a relação de carinho e respeito que mantém com Xuxa Meneghel.

“Não nos falamos todos dias, mas nos importamos com o que acontece com as famílias um dos outros. Xuxa deseja a minha felicidade, assim como eu a dela. Somos muito amigos, tivemos 14 anos de história, temos uma filha linda. Nunca nos afastamos e isso nunca vai acontece”, afirmou.

O ator, vale lembrar, ficou mais de um mês internado por complicações da doença causada pelo novo coronavírus. Ele disse, recentemente, que ainda se recupera das sequelas deixadas pela Covid-10. Ao Extra, ele pontuou que tem tido cautela:

“Para amarrar os sapatos, um dos lados ainda está complicadinho. Caminho devagar, senti uma dorzinha, mas não é nenhum bicho de sete cabeças perto do que passei. (…) Não gosto de falar da minha vida, mas decidi expor o que vivi para desmitificar muita coisa, como a ideia de que quem pegou uma vez o vírus não pega de novo (ele foi reinfectado). E também para conscientizar”.

“É preciso evitar aglomerações, usar máscara, álcool em gel… Nunca tive tantas dores. Quando estamos perto de perder quem amamos, passamos a dar mais importância às pequenas coisas“, alertou.

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›