Lula descarta conceder entrevistas para a Globo antes da eleição

Lula
Lula toma atitude contra a Globo (Imagem: Reprodução / Globo)

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva reuniu o comando nacional do Partido dos Trabalhadores e tomou uma decisão sobre a possibilidade de conceder entrevistas para a Globo antes do início oficial da corrida eleitoral pela presidência da República em 2022.

O político bateu o martelo e decidiu que não vai conceder nenhuma entrevista para a Globo. A maioria dos dirigentes do PT reagiu positivamente. Alguns pensaram diferente, mas a questão não foi motivo para qualquer desentendimento, segundo o portal Metrópoles.

A chance de uma aparição na emissora líder de audiência chegou ao mínimo possível depois da decisão do ex-presidente, que não colocou esse impedimento para os debates eleitorais. O canal carioca, aliás, desistiu das entrevistas com os presidenciáveis no ano que vem.

Bial x Lula

Há alguns meses, Pedro Bial acusou Lula de ter mentido sobre ele e disse que só o entrevistaria com o auxílio de um polígrafo – detector de mentiras. O petista, por sua vez, afirmou que só concederia entrevista novamente ao global se fosse ao vivo, sem chances de haver edições no material.

Em um artigo para a Folha de S.Paulo, em abril deste ano, Bial falou sobre a sua polêmica declaração. O jornalista ressaltou que muita gente o tachou de “grosseiro”, quando, segundo ele, seria “jocoso” ou “irreverente”. “O ex-presidente disse que queria falar para mim, mas só se fosse ao vivo, pois não tinha confiança na minha edição”, lembrou.

“Conheço Lula há 40 anos, já o entrevistei algumas vezes, apenas uma ao vivo, quando fez suas primeiras declarações como presidente eleito, ao Fantástico, em 2002”, comentou o contratado da Globo.

O apresentador disparou: “Qualquer entrevista pressupõe uma relação mínima de confiança. Grosseria é pressupor malícia e ousar impor condições como ‘só faço ao vivo, não confio na edição’. O Conversa com Bial recebeu, recebe e continuará recebendo convidados de todos os matizes da esquerda e da direita. Nunca houve queixa”.

Pedro Bial garantiu que não “estava apelando ao truísmo universal de que ‘políticos mentem'”. “Nem me referia a possíveis inverdades em discursos, declarações ou depoimentos do dono do PT. Tampouco invoquei a famosa entrevista em que Lula disse, como se falasse a verdade, que mentia mesmo para dramatizar estatísticas”, desabafou.

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›