Mãe de Lexa faz tatuagem em homenagem à cantora

Lexa
Darlin Ferrattry, mãe de Lexa, surpreendeu ao fazer nova tatuagem (Imagem: Reprodução / Instagram)

A mãe de Lexa, Darlin Ferrattry, decidiu fazer uma linda homenagem à filha: uma tatuagem. Como desejo, a matriarca escolheu a personagem Smurfette, do filme Os Smurfs, com a frase “Lexa, você é minha Smurfette“.

A própria cantora compartilhou o resultado nas redes sociais e agradeceu por todo carinho. “Te amo tanto mãe! Obrigada pela homenagem! Eu sempre fui apaixonada pela Smurfette e sou ainda mais apaixonada pela senhora! Minha rainha e deusa“, legendou. Ela também postou Stories chorando “de gratidão por ter a melhor mãe do planeta Terra“.

Em bate-papo com a Quem, Darlin explicou que a personagem sempre foi a preferida da filha, por isso decidiu fazer a tatuagem e chamá-la de “Smurfette Funkeira”.

Para quem não lembra, recentemente, Ferrattry anunciou que foi umas pessoas famosas que testaram positivo para Covid-19. Em um longo desabafo nas redes sociais, a musa fez um alerta para os internautas e relembrou os momentos difíceis que passou durante o período de isolamento.

Eu venci a Covid-19“, começou ela na legenda do post. “A Covid para mim, definitivamente foi parada pela fé. Compartilho com vocês um caminho muito difícil percorrido e vivido intensamente hora após hora. Horas de muita tensão, dor e de total desespero. Quando eu soube que havia testado positivo eu tive muito medo. É uma sensação de total impotência. Quando eu soube que o Gabriel também estava positivo eu disse: ‘vamos manter a calma’“, continuou.

Em seguida, ela informou que o namorado e sua outra filha também foram infectados, o que a deixou ainda mais preocupada.

Mas, quando eu soube que Wenny Isa também havia testado positivo, eu sofri e chorei e a partir daí não pude dar mais lugar para o medo e tive que ter forças e me firmar na única coisa que saberia que iria nos curar, a fé! Eu parei e disse: ‘Não aceito mais que esse vírus pegue qualquer um da minha família, isso precisa cessar de alguma forma’“.

A mãe de Lexa ainda prosseguiu destacando o que fez para conseguir se fortalecer neste momento delicado:

Durante esse período, mantive segredo, para que nenhum deles sentissem o que eu estava sentindo, eu tinha que ser forte, mesmo enfraquecida. Nesse momento, uni o meu amor por Deus, pela minha família e juntei todas as minhas forças para cuidar e proteger a todos. Eu sei que não sou a mulher maravilha, mas naquele momento, para eles, eu tinha que ser! Essa doença me tirou a paz, me trouxe dores, mas não me tirou a fé e a vontade de vencer. Parece que passou um tornado pela minha vida!“.

Confira:

Elson BarbosaElson Barbosa
Jornalista, especialista em Comunicação Organizacional, apaixonado por café, crônicas e um bom papo. Encantado pelo entretenimento e pela possibilidade de contar e conhecer várias histórias ao mesmo tempo.
Veja mais ›