Mano Brown revela que sofreu rejeição por entrevista com Karol Conká

Mano Brown
Mano Brown revelou rejeição por entrevista com Karol Conká (Imagem: Divulgação)

Mano Brown estreia nesta quinta-feira (26) o seu podcast gratuito Mano a Mano, no Spotify. Uma das convidadas é Karol Conká. Eliminada com 99,17% de rejeição do BBB 2021, a famosa mexeu com ele.

“Foi um momento muito delicado para ela e para mim. As pessoas ficaram me perguntando como eu iria falar com ela. Não assisti o Big Brother 21 e nunca assisti (nenhum outro), mas uma rejeição de 99% me interessa muito. Talvez eu tivesse uma rejeição maior que a dela”, assumiu o rapper à Quem.

Ele relembrou sua falecida mãe, Ana Soares Pereira. “Em vários momentos ela me lembrou muito a minha mãe, que também era um mulher cheia de personalidade e difícil. Sofri rejeição quando falei que ia levá-la ao programa”, comentou.

“Foi curioso que não tive muito apoio quando a sugeri. As pessoas falavam que o que ela tinha que falar, já falou no Big Brother. Mas quem manda em mim sou eu”, afirmou Mano Brown.

Na chamada do programa exibida à imprensa, Karol Conká apareceu assumindo os seus erros e o comportamento agressivo no BBB. “Nada que eu fiz na minha vida, foi mais feio do que o que fiz ali no Big Brother, nada”, reforçou a cantora curitibana.

Sobre o projeto, ele esclareceu: “No Brasil, a informação é negada, principalmente para o povo afro. Toda filosofia e ciência negra é banalizada no Brasil. Acho que tem que ter mais estudos sobre isso. A ideia é apresentar conteúdos úteis que nem sempre chegam nas pessoas. É entretenimento, mas também vamos levar informação”.

“No começo da pandemia, logo depois do Carnaval, vi as pessoas com dificuldade, até mental mesmo. E eu falei: ‘Vou estudar’. Para não ‘chapar’ mesmo. Fui estudar teologia, ciência e coisas ligadas à África. E descobri coisas maravilhosas. Toda reunião que tinha com meus amigos, eu falava sobre isso e eles sugeriram de criar o podcast”, explicou.

Segundo ele, uma das suas inspirações como entrevistador é Thaíde. “Apesar de não ter estudado isso, eu li e assisti muitas entrevistas e aprendi muito com isso. Acho o Thaíde bom para caramba. Ele é um cara que me agrada muito. Ele não deixa de perguntar o que tem que perguntar, mas deixa o entrevistado bem à vontade”, justificou.

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›