Márcia Goldschmidt revela que planeja retorno à TV em projeto especial

Márcia Goldschmidt deu detalhes sobre a carreira em entrevista à Record (Imagem: Reprodução / Instagram)

Longe da TV há 10 anos, Márcia Goldschmidt está morando fora do Brasil ao lado do marido, o advogado Nuno Rêgo, e das filhas gêmeas. Em entrevista ao A Noite É Nossa, da Record, a apresentadora revelou que estava negociando um retorno às telinhas no ano passado, mas o acordo não foi fechado em razão da pandemia.

Nós tínhamos encontrado uma forma que eu pudesse trabalhar e não ter que voltar para o Brasil. Eu ia e vinha, gravava e voltava. Mas aí começou a pandemia e a gente teve que abortar essa operação. Era um canal que precisava crescer o seu público e precisava de uma pessoa, de uma imagem que falasse com a multidão do Brasil. E acharam que era eu”, revelou, sem citar qual era a emissora.

Durante o bate-papo, ela ainda lembrou-se da vez em que, no auge do seu programa no SBT nos anos 90, recebeu uma ligação de Boni, então diretor da Globo, oferecendo uma proposta para comandar uma atração na emissora carioca.

Na época, ela teve que negociar com Silvio Santos. Segundo a famosa, a conversa aconteceu após ter passado mal num voo entre o Rio de Janeiro e São Paulo:

Tive uma crise renal. Um carro do SBT foi me buscar e eu entrei na sala do Silvo ainda com o soro na veia, foi cena de cinema. Ele falou: ‘Quanto você ganha aqui no SBT?’. Eu falei: ‘Ah, Silvio, eu tenho minha carteira’. E ele: ‘Como? Você não tem contrato com o SBT?’. Ele tocou pro RH e caiu a cabeça de um diretor. Na hora, mandou chamar um advogado e aí fez um contrato muito bom”.

Sem aproveitamento no canal, ela decidiu sair do SBT. O ápice da insatisfação aconteceu quando ela vou vetada de participar do Teleton em 2000.

Também procurava essa resposta pra mim mesma. ‘O que aconteceu?’ , ‘que mal eu fiz?’ , ‘o que eu fiz pro Silvio?’ , eu não sei. Fui vivendo esse um ano de ostracismo e fui entrando em uma depressão profunda. Eu já havia pedido minha rescisão para o Silvio e falei: ‘Não quero ganhar seu dinheiro sem trabalhar. A minha liberdade não tem preço’. E ele falou: ‘Márcia, eu não vou te liberar. No dia que alguém te contratar, eu te libero. Até lá você vai receber o seu salário’. Aí fui para a Gazeta e depois meu advogado tratou dos trâmites de rescisão com o SBT. E recomecei do zero”.

Em seguida, Márcia foi parar na Band, onde realizou sue último projeto na TV. Afastada da mídia, acabou tendo duas filhas, uma delas com uma rara doença chamada atresia de vias biliares.

Posso dizer que fiquei fora do mundo durante sete anos. Foi o período que dediquei a salvar a vida da minha filha. Agora é que eu começo a botar o nariz para fora. Posso fazer tudo agora”, desabafou.

Elson BarbosaElson Barbosa
Jornalista, encantado pelo entretenimento e pela possibilidade de contar e conhecer várias histórias ao mesmo tempo. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @ellsonbarbosa
Veja mais ›