Maria Beltrão, Arthur Xexéo e Dira Paes comandarão novamente o Oscar na Globo

Maria Beltrão, Arthur Xexéo e Dira Paes
Maria Beltrão, Arthur Xexéo e Dira Paes apresentam o Oscar 2021 na Globo (Imagem: Divulgação / Globo)

Assim como aconteceu no ano passado, Maria Beltrão, Arthur Xexéo e Dira Paes estarão juntos apresentando a transmissão do Oscar 2021 na Globo, que acontecerá no dia 25 de abril. É a quarta vez consecutiva que o trio acompanha a entrega das estatuetas mais desejadas do mundo do cinema. No Globoplay, a premiação será exibida na íntegra, desde o tapete vermelho.

A edição de 2021 havia sido originalmente marcada para 28 de fevereiro, mas foi adiado por causa da crise sanitária.

Diferente de outras premiações, que adotaram os modelos 100% digital através de videoconferências e híbrido, o Oscar será feito no modelo presencial, seguindo medidas sanitárias para evitar o contágio e disseminação do coronavírus.

Em Los Angeles, a premiação será transmitida ao vivo de dois lugares diferentes: o Teatro Dolby, tradicional sede do Oscar desde 2002, e a estação de trem Union Station.

A cerimônia não contará com apenas um anfitrião, como de costume, mas sim com diversos apresentadores ao longo da transmissão.

A Academia de Hollywood já anunciou que poderá participar da cerimônia apenas os apresentadores das categorias, os indicados e seus convidados. Seguindo um padrão adotado pelo Grammy, a estrutura será montada em um espaço ao ar livre.

Para os indicados estrangeiros que não puderem viajar até os Estados Unidos, a cerimônia terá sedes na Grã-Bretanha e em Paris. A limitação do uso de ferramentas remotas foi justamente para evitar críticas e decepções.

Esse será primeira vez em mais de meio século que a premiação não será transmitida em Hong Kong. A festa era exibida pela TVB, em seu sinal em inglês. “Foi uma decisão puramente comercial que nos levou a não acompanhar o Oscar este ano“, disse um porta-voz da TVB à AFP.

Esta decisão surgiu depois de a Bloomberg News ter informado que o Departamento de Propaganda do Partido Comunista da China ordenou aos veículos da imprensa estatal que minimizassem o Oscar e não transmitissem a festa ao vivo.

Acredita-se que o motivo da decisão seja a indicação de “Do Not Split”, um curto documentário sobre os protestos pró-democracia de Hong Kong, assim como as quatro indicações para a diretora americana de origem chinesa Chloe Zhao por “Nomadland”.

AvatarDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›