Mariana Ximenes fala sobre isolamento social e emoção ao retornar às gravações

Mariana Ximenes
Mariana Ximenes está no ar em Nos Tempos do Imperador (Imagem: Fábio Rocha / Globo)

Após um longo período sem gravar por causa da pandemia da Covid-19, Mariana Ximenes se emocionou ao retornar aos Estúdios Globo para gravar Nos Tempos do Imperador. Em conversa com a Glamour, a atriz falou sobre como foi voltar às gravações depois do tempo de isolamento mais severo.

“Voltar à gravação foi muito emocionante! Quando a gente estava vivendo o auge da pandemia, parecia tão distante de voltar ao trabalho. Receber a informação de que finalmente voltaríamos foi um alento! Deu aquele frio na barriga por tudo, de entender como seria essa retomada, como seria contracenar com as pessoas seguindo os rígidos protocolos”, contou a artista, que vive a Luísa na trama.

Ao recordar do momento em que viajou para retomar o trabalho, a global revelou: “Fui de carro para o Rio, e na estrada ouvindo música me deu um entusiasmo gigante de rever todos, de poder realizar meu ofício e contar essa linda história que estamos contando, que até chorei”.

“A TV Globo seguiu e continua seguindo os protocolos para que estejamos seguros e possamos fazer o trabalho da melhor maneira possível. Mesmo vacinada, continuo usando máscara, respeitando o distanciamento, usando álcool em gel. Foi emocionante colocar novamente o figurino, reencontrar os colegas de elenco e a equipe! É uma emoção grande colocar esse trabalho no ar!”, completou.

Em conversa com a publicação, Mariana Ximenes ainda contou como foi o início da pandemia para ela: “O momento de isolamento significou ressignificação de tudo. Repensei muita coisa e passei a valorizar ainda mais os amigos verdadeiros, a família, o olho no olho, a troca com as pessoas, estar conectada com a natureza”.

“Repensei também como podemos criar mais pontes entre pessoas. Me envolvi com alguns trabalhos voluntários como o do Instituto Capim Santo, que fez marmitas e distribuiu para pessoas em situação de vulnerabilidade em São Paulo”, disse.

“Tive momentos de angústia, especialmente porque a gente não sabia como seria o dia seguinte. Nem sempre é fácil viver um dia de cada vez, ainda mais sem ter uma perspectiva de mudança. Intensifiquei a meditação e a yoga, o que me fez muito bem. O fato de eu estar com minha mãe fez esse momento ser menos solitário e foi muito bom para resgatarmos essa relação diária, vivendo na mesma casa, algo que a gente não experimentava desde os meus 17 anos, quando eu mudei de São Paulo para o Rio de Janeiro por causa do trabalho”, contou a artista.

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›