Marina Ruy Barbosa
Marina Ruy Barbosa deu entrevista à revista Glamour (Imagem: Reprodução / Instagram)

Marina Ruy Barbosa, que é discreta ao falar dos próprios sentimentos, quebrou o silêncio sobre alguns momentos polêmicos do passado e revelou o que tirou de lição. Mágoa e rancor foram alguns dos assuntos abordados durante entrevista à revista Glamour.

A ruiva, que é canceriana, o signo mais sensível do zodíaco – segundo os astrólogos, abriu o jogo sobre o coração. “Eu não sou de guardar rancor, mas eu guardo mágoas. E isso é muito ruim, porque só é ruim para quem está sentindo, né? Mas eu acho que pelo fato de ser sensível, você acaba sentindo tudo de uma forma muito intensa”, disse.

Por essa característica em sua personalidade, Marina contou que ter uma boa memória pode não ser um ponto positivo. “Quando você se decepciona com alguém, quando você se frustra com alguém, você pode acabar, como você tem a memória boa, guardando aquilo”, afirmou.

Se com os amigos a dor é imensa, com os ex-namorados Marina sempre soube lidar muito bem. “Sempre fui muito apegada às pessoas da minha vida, mas quando me decepcionava, por exemplo, com ex-namorado, eu fazia assim: não está me fazendo bem, eu já desapegava em 3, 2, 1…”, lembrou na entrevista.

Já com o maridão, não tem tristeza e, segundo ela, está tudo muitíssimo bem. Ao falar da sexualidade do casal, se divertiu: “Eu acho que tudo na vida tem que ser leve de alguma forma, né? A sexualidade sempre esteve muito atrelada, também, à intimidade com outra pessoa. Quanto mais intimidade, mais confiança, amor, desejo e admiração pela outra pessoa eu tinha, mais gostosa ficava a brincadeira”.

🔵Boletim RD1 💥 Notícias dos Famosos