Mario Frias fica “p da vida” e detona Fabio Porchat, Luciano Huck e Daniela Mercury

Mario Frias
Mario Frias detonou artistas nas redes sociais (Imagem: Reprodução / Instagram)

Mario Frias usou o seu perfil do Instagram para fazer postagens em defesa do presidente Jair Bolsonaro (PL) e criticar a classe artística nos últimos dias. Inicialmente, o ex-secretário detonou uma publicação em que Luciano Huck criticou decisão do chefe do Executivo no caso envolvendo Daniel Silveira.

O ex-ator disparou: “As democracias morrem quando cidadãos como você apoiam medidas totalitárias. É muita hipocrisia falar em democracia agora e silenciar-se mediante a tantas arbitrariedades já ocorridas”.

“Agora é inconstitucional usar as prerrogativas constitucionais e constitucional utilizar provas ilícitas para livrar condenado em três instâncias. Vale até anular condenações, não é mesmo? Mas sobre isso, o silêncio do Luciano Huck vale mais do que mil palavras”, afirmou Mario.

Veja Também

Ele ainda detonou o apresentador da Globo: “Esse é o jogo defendido por Huck: o jogo do vale tudo, desde que o seu lado seja beneficiado. Se calou perante tantos absurdos, mas agora vem falar em democracia como se fosse o maior defensor dela…”.

O ex-secretário de Cultura fez referência à publicação em que detonou a atitude de Bolsonaro, que concedeu perdão ao deputado Daniel Silveira (PTB-RJ), que foi condenado pelo STF.

“Democracia lembra o futebol: você pode jogar pelas regras ou pode jogar sujo, sem fair play. Desrespeitar o STF pra proteger um aliado é jogo sujo”, iniciou o famoso.

Luciano Huck completou: “Querem transformar nossa democracia num vale tudo. Não dá. Todos perdem com isso. É assim que as democracias morrem”.

Mario Frias detona Fabio Porchat e Daniela Mercury

Nas redes sociais, o ex-ator também disparou contra a cantora baiana: “‘É a urgência de agora’ que o condenado, amigo de Daniela Mercury, volte ao poder. ‘É preciso tirar o atual presidente’ eleito democraticamente, porque Daniela Mercury quer a volta de um governo corrupto que quase acabou com o nosso país”.

“É um misto de hipocrisia com cinismo que me deixa enojado. Só existe uma razão pela qual certos artistas querem tanto Lula de volta, eu nem preciso dizer, todo mundo já sabe. É tanta arrogância e prepotência que acham que podem falar pela grande maioria. O pior é ter que aguentar mais 4 anos de choro dessa gente…”, completou.

Sobre Porchat, ele reagiu à entrevista em que o humorista disse que, “em 2023, esse câncer não estará mais entre nós”: “O famoso ódio do bem diário contra o Presidente Bolsonaro. Esse tipo de ataque promovido pela mídia e por diversas ‘figuras públicas’ é tratado como liberdade de expressão sempre quando é contra Bolsonaro. Se fosse do lado de cá, todos já sabem o que aconteceria”.

“O câncer do Brasil já foi extinto quando o povo arrancou o PT do governo. Câncer é tudo aquilo que destrói, corrói e traz dor. É assim que vivia o Brasil sob o comando de uma quadrilha que matava nosso país aos poucos”, desabafou Frias.

Ele completou: “O brasileiro de bem está sorrindo pois, hoje tem um governo honesto e justo. Quem continua chorando são aqueles que só pensam em si mesmos e vivem na bolha de sua arrogância. O Brasil continuará sorrindo em 2023 e isso será mostrado nas urnas, Porchat”.

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

MAIS LIDAS

Luiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser encontrado através do email luizfabio@rd1.com.br
Veja mais ›