Mario Frias sai em defesa de Bolsonaro e faz grave acusação contra diretor de Pantanal

Mario Frias
Mario Frias disparou contra diretor de Pantanal (Imagem: Reprodução / Agência Brasil)

Mario Frias usou o seu perfil do Twitter mais uma vez para defender o presidente Jair Bolsonaro (PL) diante das críticas de outro pessoa da classe artística. Desta vez, o alvo do ex-secretário de Cultura foi o diretor Walter Carvalho.

Um dos diretores do remake de Pantanal, da Globo, demonstrou ser um crítico do presidente e mandou a sua opinião na lata sobre a situação do Brasil em ano de eleições.

O global declarou que se o político continuar no poder uma guerra pode acontecer. Para ele, em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, os brasileiros precisam “se prevenir para uma atitude muito agressiva que pode vir a acontecer”.

Veja Também

“Eu tenho a impressão que se continuar a perspectiva desse cão dos infernos que dirige o Brasil, se continuar a perspectiva dos seus desejos e das suas vontades, nós vamos ter uma guerra”, disparou o cineasta.

O diretor de Pantanal ainda ressaltou: “Não se pode enfrentar de forma tão arbitrária como ele faz com o Supremo Tribunal Federal. Não se pode atacar o STF como ele ataca. Como ele também ataca o Congresso e ataca a própria sociedade. Então, eu acho que a gente tem que estar muito organizado e prevenido”.

O ex-ator, então, fez grave acusação contra o famoso. “Olha só quem chama o PR de ‘cão do inferno’. Walter Carvalho, o exemplo do que não ser, o retrato da hipocrisia! Conheço muito bem pessoas como você, Walter. Arrogante, prepotente, trata as pessoas como se elas fossem objetos descartáveis, não tem qualquer empatia por ninguém”, comentou.

“É fácil vir com essa conversinha mole de que ‘as pessoas não deveriam ter escolhido Bolsonaro’, como se somente o que você quer ou acha que é bom, é de fato o correto. Do alto da sua arrogância você acha que sabe o que é melhor para uma população que você nem conhece”, acrescentou.

Mario Frias expõe suposta situação envolvendo diretor

Ainda no Twitter, Mario declarou: “Um povo que vive uma realidade que está longe de ser a realidade luxuosa que você vive. Esse papinho furado de que tem medo de uma guerra no país pode colar para pessoas inocentes, mas para mim, que conheço pessoas como você não é de hoje, não cola”.

“É muito fácil sentir “medinho” tomando champanhe no seu apartamento no Leblon. Cão do inferno é quem trata as pessoas de qualquer maneira e se sente superior, é quem não tem amor e empatia pelo próximo, é quem não vive aquilo que prega. Cão do inferno é você, Walter!”, disparou.

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Luiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser encontrado através do email luizfabio@rd1.com.br
Veja mais ›