Mario Frias segue pistola com Lázaro Ramos e Taís Araújo e faz acusação

Mario Frias
Mario Frias voltou a criticar Taís Araújo e Lázaro Ramos (Imagem: Reprodução – Instagram / Montagem – RD1)

Mario Frias voltou a soltar o verbo contra Lázaro Ramos e Taís Araújo. O ex-secretário de Cultura do Governo Bolsonaro acusou o filme dirigido pelo ator e aproveitou para desabafar contra as críticas que o casal faz à gestão atual.

“A hipocrisia de Lázaro Ramos. Lázaro Ramos recebeu 2,7 milhões de reais para montar um filme que não passa de propaganda ideológica contra o governo Bolsonaro. Ele quer ser um crítico do sistema, mas financiado pelo sistema. É a personificação da hipocrisia da esquerda”, iniciou o famoso.

O ex-ator ainda disse que, além de receber financiamento para o filme Medida Provisória, Lázaro Ramos pediu que a Agência Nacional do Cinema (Ancine) fosse obrigada a distribuir sua peça nas salas de cinema.

Veja Também

“Não bastando o financiamento milionário, Lázaro também ingressou com pedido para que a Ancine fosse obrigada a distribuir sua peça de propaganda ideológica nas salas de cinema, o que permitiria que o mesmo fosse lançado em mais salas”, comentou.

Ele disparou: “A Agência não recusou em nenhum momento o pedido, porém, abriu análise para tal pleito, que foi ‘divulgado’ pelo diretor como sendo uma ação de ‘censura’ do Governo Federal, tão somente porque a vontade de Lázaro não foi atendida imediatamente. A luta ideológica dos críticos do sistema é uma grande farsa”.

Lázaro Ramos rebate ataques de bolsonaristas

Recentemente, Ramos desabafou sobre os ataques que ele e a esposa estão sofrendo dos bolsonaristas Mario Frias e Sérgio Camargo. Os políticos começaram uma “cruzada nas redes” contra eles e contra o filme Medida Provisória.

O ex-secretário de Cultura, por exemplo, afirmou que “os dois artistas não fazem nada pelo país”, enquanto o ex-presidente da Fundação Palmares disse que a atriz é “mimizenta”.

Tudo tem sido feito por causa de um vídeo em que Taís Araújo aparece criticando o governo de Jair Bolsonaro (PL). A atriz, na ocasião, declarou que o país viveu “quatro anos difíceis, quatro anos infernais”.

“Isso é campanha política que eles estão fazendo para chamar atenção em cima de nós que temos relevância, temos público. Isso vai tirar o foco dos problemas do governo. É uma cortina de fumaça, não tem nada a ver com a gente”, comentou o famoso no Roda Viva, da TV Cultura.

O artista ainda comentou: “É para as pessoas não debaterem sobre o preço da gasolina, dos alimentos, é para as pessoas não debaterem a crueldade e a falta de valor a vida que a pandemia foi tratada”.

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

MAIS LIDAS

Luiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser encontrado através do email luizfabio@rd1.com.br
Veja mais ›