Marisa Orth fala de acusações contra Marcius Melhem e cita conversa com o comediante

Marisa Orth
Marisa Orth relembra conversa que teve com Marcius Melhem após polêmica (Imagem: Reprodução – Globo – Instagram / Montagem)

Marisa Orth foi uma das convidadas da terceira temporada do #Provoca, da TV Cultura, apresentado por Marcelo Tas. Durante o bate-papo, a atriz falou sobre a polêmica sobre assédio envolvendo Marcius Melhem e Dani Calabresa. Na época em que o assunto começou a surgir na imprensa, a famosa fazia parte do elenco do Zorra, da Globo.

Eu apavoro com o negócio de linchamento. Acho qualquer linchamento errado, é um prazer jogar pedra, é um furor, eu morro de medo. A tendência é atacar o homem, o macho, o diretor, que é o acusado de ser o agressor“, disse ela durante a entrevista.

Marisa frisou ainda que ouviu as duas partes envolvidas no caso, pois ambos são amigos dela de muitos anos. “Entendo o discurso da vítima. Eu conversei, com a Dani e o Marcius, que graças a Deus, são meus amigos, e vão continuar sendo. O Marcius está pagando um preço bem alto“, apontou.

Tas, então, questionou se ela acha justo esse “preço” que ele está pagando. Foi então que ela destacou: “Eu acho que ele passou dos limites. A minha tendência é achar que sim, que ele passou dos limites de poder que o cargo dele dava. Pelo relato do sofrimento das atrizes, ninguém tem porque inventar isso. Não é interessante na carreira de uma atriz ter isso, acho que a Dani não precisava disso“.

Recentemente, durante entrevista ao Saia Justa, no GNT, Dani Calabresa voltou a relembrar o caso que ganhou visibilidade nacional no ano passado. “Eu acho que tive que colar os caquinhos nos dois momentos mais difíceis da minha vida: depois do divórcio e nesse episódio horrível de assédio. O que me ajudou a colar os pedaços foi o trabalho, o trabalho me salvou“, desabafou.

Ao mesmo tempo em que se mostrou completamente apaixonada por seu ofício, Dani também atribui à pressão de sua profissão por ter ficado calada por um tempo:

Hoje, analisando, por causa do trabalho eu não reagi antes. Tinha tanto medo de sofrer algum boicote, ser prejudicada, que não reagi antes. Assédio é tão assustador que a gente tenta negar para a gente mesma. Tenta fingir que aquilo que está acontecendo é normal. Você segue do jeito que consegue, fingindo normalidade, tentando ser legal, dizendo que tá tudo bem, que não está brava“.

A humorista ainda fez questão de, indiretamente, rebater as acusações de Melhem, que chegou a divulgar mensagens trocadas com a então funcionária: “Nada autoriza assédio. Nenhuma brincadeira, nenhuma mensagem autoriza assédio. ‘Ah, mas naquele dia foi carinhosa, riu, bebeu’, não interessa. Ninguém tem o direito de forçar o contato físico com ninguém. É preciso permissão. É muito difícil lidar com tudo isso, organizar o pensamento. Estou com meus pedaços colados, estou leve. E na terapia“.

AvatarDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›