Martinho da Vila e compositor falam na Globo sobre acusação de plágio a Adele

Martinho da Vila
Martinho da Vila falou sobre acusação de compositor contra Adele (Imagem: Reprodução / Instagram)

A briga envolvendo o compositor de Mulheres, sucesso na voz de Martinho da Vila, Toninho Geraes, e a cantora britânica Adele continua de pé. O músico brasileiro está reunindo provas para acionar na Justiça a artista internacional, sob a alegação de plágio.

Ao Fantástico, da Globo, neste domingo (26), o homem que alertou Toninho, o produtor e arranjador musical Misael da Hora Misael, contou que ouviu a canção de Adele, Million Years Ago, lançada em 2015, e ligou para o amigo.

“Assim, foi imediato. Pá. Confesso que me pegou de surpresa. Eu não achei nem que se tratasse de um plágio. Por Deus. Achei que era a mesma música com uma versão em inglês. Quando eu descobri que não tinha o nome do Toninho, eu fiquei estupefato”, declarou.

Em seguida, os representantes do compositor contrataram dois especialistas para provar que as duas músicas têm estrutura semelhante e agora ameaçam levar a cantora aos tribunais. O advogado de Toninho Geraes até enviou notificações extrajudiciais aos envolvidos, mas já se passaram quatro meses sem uma resposta ou pronunciamento.

O criador da música Mulheres garantiu ao programa da Globo que está aberto a conversar com a cantora e seus representantes. “Eu não quero brigar, só quero que reconheçam que a minha música está dentro da obra dela”, disse.

Martinho da Vila ressaltou: “É comum mesmo não saber de quem é o autor. Tem algumas músicas mesmo que eu escuto e fico me perguntando de quem será que é. Eu procuro e não consigo saber o autor”.

O sambista ainda falou sobre as montagens que fazem nas redes sociais: “Quem não está por dentro dessa conversa toda, vê aquilo ali e diz: ‘O Martilho gravou a música de novo com uma cantora famosa da Inglaterra”.

O hit brasileiro foi gravado pelo sambista em 1995 e virou uma obra prima da MPB. A polêmica teve início quando, no último dia 10 de setembro, veio a público a ação judicial movida por Toninho Geraes. Ele acusa a cantora Adele de plágio na canção Million Years Ago, que compõe o disco 25, lançado em 2015.

Depois de o caso alcançar enorme repercussão, o advogado do compositor, Fredímio Biasotto Trotta, explicou ao portal G1 o motivo de o processo ter demorado tanto tempo. Segundo o profissional, Geraes não conhecia a canção até ser apresentado a ela no ano passado pelo produtor musical Misael da Hora.

MAIS LIDAS

Luiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser encontrado através do email [email protected]
Veja mais ›