Mateus Carrieri garante não estar com câncer e explica cirurgia na próstata

Mateus Carrieri
Mateus Carrieri explicou cirurgia que realizou e falou sobre a importância do exame de toque (Imagem: Reprodução / Instagram) 

Mateus Carrieri realizou uma cirurgia na próstata na segunda-feira (16), no Hospital Santa Paula, em São Paulo, e explicou a razão do procedimento. Em conversa com a Quem, o ator afirmou que não está com câncer, mas que a intervenção foi feita para prevenir um possível quadro da doença.

“Meu médico observou que estava com a próstata aumentada, mas não é câncer. A cirurgia, conhecida como raspagem de próstata, tem o objetivo de evitar que o quadro evolua para um câncer“, explicou o ex-Fazenda, que contou os sintomas do problema.

“O desconforto que eu sentia e alguns homens vão se identificar com isso é aquela vontade quase que constante de fazer xixi e ir até o banheiro e fazer só um pouquinho. Eu levantava duas, três vezes por noite para urinar. Na hora de urinar, não urinava bastante, então isso vai aos pouquinhos, sem você perceber, minando sua qualidade de vida, atrapalhando seu sono, seu dia a dia e realmente é um risco muito grande quando isso começa acontecer”, contou.

“É um risco para a bexiga, é um risco para desenvolver câncer de próstata e para a sua qualidade de vida. Então se você faz essa raspagem, que é uma cirurgia muito mais simples do que a retirada total da próstata por causa de um câncer, se você tem a oportunidade de fazer isso preventivamente, é bem melhor“, completou.

Super preocupado com a saúde, Mateus Carrieri mostrou a importância de estar sempre atento ao corpo: “Eu tive um câncer na tireoide muito cedo, com 30 anos, então todas aquelas recomendações com relação ao câncer de próstata eu faço há algum tempo antes do recomendado até”.

“Minha próstata começou a aumentar de tamanho e eu sempre fiz os testes para saber se não tinha nada a ver com câncer e por prevenção e por um desconforto que eu vinha sentindo para urinar a gente decidiu fazer essa operação agora. Mas eu acho superimportante a gente incentivar os homens a quebrarem esse tabu e fazerem os exames de próstata, tanto o ultrassom quanto o exame de sangue e também o toque”, ressaltou o artista.

“Tem gente que morre de medo do toque retal, mas a gente tem que falar abertamente. Mas é uma besteira e é um exame que a maioria dos médicos considera muito importante para diagnosticar a espessura, o relevo da próstata porque tem alguns indicadores de câncer, sim, no exame de toque, não só no exame de sangue”, frisou.

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›