Mayana Moura desabafa sobre confusão para tomar vacina contra a covid

Mayana Moura
Mayana Moura soltou o verbo sobre confusão que passou para tomar vacina contra a covid (Imagem: Reprodução/ Instagram)

Mayana Moura, de 38 anos de idade, usou o seu Instagram para fazer um desabafo sobre a vacinação contra a covid-19. Nesta sexta-feira (21), ela tomou a primeira dose da vacina e, em seguida, relatou a grande dificuldade que enfrentou.

A famosa sofre de transtorno bipolar (doença cerebral associada a alterações de humor que vão desde a depressão a episódios maníacos), que faz faz parte do grupo prioritário de vacinação da Covid-19 no Rio de Janeiro.

De acordo com o calendário de vacinação da cidade, pessoas com deficiência permanente estão entre os grupos prioritários para receberem o imunizante — a deficiência psicossocial (mental) está entre as permanentes.

“Não foi fácil. A prefeitura do Rio de Janeiro incluiu doença psicossocial na lista de deficiência, não na lista de comorbidades, não confundam. Porque vão querer dizer para vocês que vocês não estão na lista de comorbidades. E não estão mesmo, estão na de deficiência. E na porta uma confusão! Ninguém parece ter certeza de nada!”, iniciou Mayana Moura.

A atriz seguiu com o relato: “De todo jeito, saiba os seus direitos. Consiga o máximo de informação possível e vá! […] Feliz de estar enfim vacinada e triste de ver o Brasil mais uma vez ser esse lugar instável e confuso. Gostaria de ver todo mundo vacinado o mais breve possível”.

À Quem, a artista disparou: “A Prefeitura do Rio divulgou que pessoas com doenças psicossociais teriam prioridade no calendário de vacinação. Entre elas estão depressão, bipolaridade tipo 1, que é o meu caso, e esquizofrenia. As principais e mais graves são essas, mas existem outras. Quando cheguei lá, o médico olhou meu laudo e questionou: ‘você é bipolar? Tem esquizofrênico que vem aqui e não é vacinado’. Fiquei chocada!”.

“Ele então levou meu laudo lá para dentro alegando que precisava checar. Checou umas duas vezes e depois disse: ‘você pode tomar’. Achei triste porque a pessoa que tem doença psicossocial passa por uma situação desnecessária. Por que divulgaram então? Quem tem doença mental já tem um estigma. E também gera muita expectativa”, desabafou.

AvatarDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›