Mestres da Sabotagem troca chefe francês por italiano em disputa com “vigaristas”

Mestres da Sabotagem
Sérgio Marone e Giuseppe Gerundino estarão no Mestres da Sabotagem (Imagem: Beatriz Nadler / SBT)

Antes mesmo de estrear no SBT, neste sábado (24), às 22h30, o Mestres da Sabotagem traz um toque diferente em seu “tompero”: um chefe italiano. Diferentemente do MasterChef Brasil (Band) e do Mestre do Sabor (Globo), o novo talent show do canal de Silvio Santos contará com o chef Giuseppe Gerundino, que será o maior sabotado do formato.

“Estou felicíssimo, mas infelizmente não pude estar presente aí com vocês [na coletiva, no SBT]. Estou extremamente feliz por ter sido chamado para fazer parte de um projeto tão legal e tão sério. Vocês sabem quanta energia e dedicação e o quão emocionado estou emocionado”, disse o chef do Mestres da Sabotagem.

Giuseppe ainda falou da emoção em apresentar um programa cujo formato tem um pouco de “sacanagem” entre os participantes. “Pra mim, é uma emoção muito grande. Eu sempre estou atrás dos fogões, pouco mais de 20 anos, mas a experiência foi bem emocionante e foi além do que eu imaginava. Pensei que seria algo clássico, mas os participantes me entregaram os pratos e, a cada um, era uma emoção tremenda”, destacou o jurado.

Sem saber como foi o preparo dos pratos, o chef italiano comentou o que sentiu quando assistiu ao primeiro episódio do programa. “Quando eu vi o primeiro episódio, juro que só então eu entendi que o maior sabotado estava sendo eu. Até então, achava que era algo mais sério e que eu deveria estar mais aplicado, mas quando vi os pratos”, divertiu-se.

Desafios no programa

O italiano ainda falou sobre os desafios encontrados para apresentar o programa. “Para mim, isso e um grande desafio, pois tem que ter um equilíbrio entre uma análise do prato, que deve ser feita seriamente e uma consideração importante por saber que, por trás destes pratos, às vezes bem bonitos, às vezes fracassados, tem uma sabotagem”, contou o chef.

“Eu estou muito satisfeitos com os participantes que fizeram milagres no programa. Teve um episódio em que eu comi um hambúrguer frito em cima de um ferro de passar. Mas já estive em lugares conceituados em que eu comi pior”, brincou Giuseppe.

Sobre Giuseppe Gerundino

Giuseppe é originário de Taranto, sul da Itália. Vem de uma clássica grande família italiana: 12 tios por parte da mãe e 11 por parte do pai, na Puglia e na Calábria. Durante sua infância, muitos encontros eram desfrutados para exibir a enciclopédia enogastronomica familiar, e tantos eram os segredos revelados na cozinha, ambiente da casa destinado às ocasiões mais especiais.

Com uma grande paixão pela gastronomia, cultivada com tios e tias de Taranto, Giuseppe transferiu-se para o norte da Itália, e Milão foi a cidade escolhida para refinar a bagagem de informações adquiridas em tantos anos de cozinha familiar.

Na escola da La Cucina Italiana, a mais antiga revista gastronômica da Itália, ele aprimorou seus conhecimentos culinários. Em São Paulo desde 2003, Giuseppe dirige a Accademia Gastronomica desde 2006. Com espírito italiano, mas aberta a todas as tendências gastronômicas da cidade, a escola de Giuseppe promete fazer todos os seus alunos amantes da boa mesa pôr a mão na massa.

Esse conteúdo não pode ser exibido em seu navegador.

Reuber DiirrReuber Diirr
Reuber Diirr é formado em jornalismo pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Com passagens pela Record News ES e TV Gazeta (Globo/ES), é apaixonado por televisão e acompanha as coletivas de imprensa com matérias exclusivas em vídeos com os artistas para o RD1. Além disso, produz conteúdo multimídia com as principais informações dos famosos para o Instagram, Twitter, Facebook e Youtube do RD1. Acompanhe os eventos com famosos clique aqui!
Veja mais ›