Miguel Falabella avisa que está vivo, anuncia cura da Covid e revela hábito inusitado

Miguel Falabella
Miguel Falabella revela cura pela Covid-19 (Imagem: Divulgação / Globo)

Miguel Falabella se manifestou pela primeira vez após boatos de sua morte. Curado da Covid-19, o ex-contratado da Globo deu detalhes dos dias mais difíceis em que enfrentou a doença. “Felizmente não tive sintomas mais graves”, relatou.

Durante uma live com a jornalista moçambicana Conceição Queiroz, o artista revelou que passou dois dias com febre e mal-estar. “Falei: ‘Nossa Senhora, acho que eu peguei esse negócio, porque eu fui fazer xixi, fui da minha cama para o banheiro e parecia que eu tinha corrido uma maratona’. E aí, fiz o teste e realmente estava”, contou.

Na conversa, Falabella recordou como descobriu que tomar caldo de rã todos os dias pela manhã de jejum é benéfico para a saúde. “Eu estava numa festa e conheci uma moça e comecei a conversar com ela e ela era muito interessante. Uma mulher muito impactante e falava muito bem e eu ficava muito impactado em ouvir ela falar”, disse.

“Em dado momento, ela falou: ‘Agora, se você não quiser ficar nunca doente, toma caldo de rã todos os dias’. Eu falei: ‘Caldo de rã?’. Ela falou: ‘É, a troco de que você acha que as feiticeiras, na Idade Média, jogavam um sapinho lá dentro? Tem propriedades que são estudadas…’. Enfim, desde essa época que eu compro as minhas rãzinhas, faço um caldo e tomo de manhã em jejum”, explicou o ator.

O bate-papo tirou lágrimas de Miguel Falabella quando Chica Xavier, sua mãe de coração, foi citada. “A minha mãe morreu muito cedo e eu fazia uma novela, Amor Com Amor se Paga… No dia que a minha mãe morreu, eu enterrei a minha mãe e fui lá gravar. Estava lá tristinho, mas não podia cancelar, eu não era uma estrela. E aí, ela (Chica) falou: ‘Você está triste, meu filho? Está com o olhinho triste'”.

O famoso terminou a gravação e saiu da emissora: “Ela veio vindo assim, parou do meu lado e falou: ‘Sua mãe me deu um recado. Ela me deixou no lugar dela’. E, ela ficou no lugar da minha mãe. Os filhos dela passaram a ser meus irmãos e ela cuidou de mim. Cuidou de mim espiritualmente”.

“Me levou para casa dela numa época que eu estava muito triste. Porque o sucesso, às vezes, pode te fazer muito bem e às vezes pode te fazer muito mal. E ela foi sempre um norte”, enalteceu.

MAIS LIDAS

Paulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].
Veja mais ›