Na Angola, líderes da Igreja Universal são indiciados por lavagem de dinheiro

Igreja Universal
Fachada de templo da Igreja Universal do Reino de Deus; líderes da igreja na Angola são indiciados            (Imagem: Reprodução / IURD)

Quatro líderes da Igreja Universal do Reino de Deus, pertencente ao bispo Edir Macedo, dono da Record, teve quatro líderes acusados e indiciados pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC) de Angola por lavagem de dinheiro e associação criminosa. Entre eles está o bispo Honorilton Gonçalves.

Por muitos anos, Gonçalves foi um dos nomes fortes da Record. No processo-crime, eles figuram como réus “não presos”. Além dele, o angolano Antonio Pedro Correia da Silva, ex-presidente da Igreja Universal no país, e os pastores Valdir de Sousa dos Santos e Fernando Henriques Teixeira, brasileiros. Teixeira, aliás, foi diretor da Record TV África. As informações são do UOL.

No dia 19 de abril, a Record teve suas atividades interrompidas por tempo indeterminado pelo fato de a emissora ser dirigida no país por ser estrangeiro, no caso Fernando Teixeira, quando a lei local exige que a função seja ocupada por um angolano.

Ainda de acordo com a reportagem, o processo contra os quatro representantes da igreja foi encaminhado à Justiça para “ulteriores termos processuais”, segundo o SIC. Ele reúne cinco volumes, com 13 anexos.

Religiosos de Angola romperam com Edir Macedo e sua igreja e tomaram o controle de quase todos os 400 templos da Universal no país. O bispo Felner Batalha, porta-voz da chamada Reforma angolana, enviou uma carta a Macedo, mas não obteve resposta.

A Igreja Universal se diz vítima de “um golpe religioso” e acusa os líderes angolanos de serem “ex-pastores e bispos dissidentes afastados por envolvimento em denúncias e irregularidades” como “roubo, extorsão, adultério e até atentado contra menor de idade”.

O bispo Honorilton Gonçalves esteve à frente da Record na época em que a emissora queria de todas as formas superar a Globo na audiência. Em 2013, ele deixou o comando da emissora após pressão interna e fraco desempenho no Ibope. Ele foi para a igreja em Salvador e depois foi para a Angola.

AvatarDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›