Na Band, Neto detona possibilidade de jogos do Paulistão no Rio de Janeiro

Neto
Neto reage contra continuidade do futebol em meio ao agravamento da pandemia (Imagem: Reprodução / Band)

Neto não gostou nada da possibilidade dos jogos do Campeonato Paulista 2021 deixar o estado e migrar para o Rio de Janeiro. A ideia foi ventilada pelo mundo da bola após João Dória (PSDB) anunciar que a partir da próxima semana os eventos esportivos serão paralisados por conta do agravamento da pandemia.

Ao vivo no Os Donos da Bola, o apresentador ficou bravo com a sugestão. “Se os clubes forem para o Rio de Janeiro, o Cristo vaza, o Pão de Açúcar derrete”, ironizou. “Se for para o Rio, levar todo mundo de São Paulo, vai treinar onde, concentrar onde, em qual hotel?”, questionou.

Mais preocupado com os times pequenos do que com os quatro grandes de São Paulo, Neto indagou aos dirigentes sobre como o plano seria colocado em prática e deu o Mirassol como exemplo prático. “Como os times menores vão fazer isso? Sair de Mirassol para ir para o Rio de Janeiro. Então, não precisa ter o futebol”, avaliou.

“Não é só futebol”, ressaltou o contratado da Band visivelmente irritado com a situação. “Se parar o futebol um mês, seis meses, qual o problema? O problema é que muita gente pode morrer de fome. Então tem que saber que planejamento vai fazer”, defendeu.

“Até agora, tudo deu errado: rodízio de carro, de metrô, ônibus, escola, construção de hospital”, criticou o ex-jogador. “Para! Daqui a pouco faz. Não deu para jogar o Paulista esse ano, joga ano que vem. Faz um planejamento diferente”, aconselhou o ídolo do Corinthians.

A decisão de João Doria pela restrição ainda maior do Plano São Paulo foi tomada em meio ao clima de apreensão pelo descontrole da pandemia na capital e no interior do estado.

Há dias, SP tem batido recorde de casos, mortes e internações. Em alguns municípios existe fila para internações por causa da lotação dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

Ontem, o país registrou 11.284.269 casos e 273.124 óbitos por Covid-19 desde o início da pandemia. Nas últimas 24 horas, 2.207 mortes foram contabilizadas, segundo balanço do consórcio de veículos de imprensa.

Confira:

Esse conteúdo não pode ser exibido em seu navegador.

Paulo CarvalhoPaulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email paullocarvalho19@gmail.com.
Veja mais ›