Netflix choca ao anunciar o filme de terror mais perturbador da sua história

Netflix estreia filme de terror (Imagem: Reprodução / YouTube)

A Netflix surpreendeu ao anunciar Um Clássico Filme de Terror, que abordará o suspense psicológico misturado com muito sangue, girando em torno de cinco viajantes que dividem carona para um mesmo local.

De acordo com o site Adoro Cinema, esse promete ser o filme mais perturbador da história do serviço de Streaming. Nele, os jovens acabam sofrendo um acidente ao desviar de um animal morto na estrada.

Depois disso, eles acordam em um lugar sombrio e a estrada desaparece. Presos na floresta infinita, eles encontram uma casa de madeira, onde acontece um ritual mórbido.

O longa contará com a atriz Matilda Lutz, de O Chamado 3, além de Francesco Russo (Classe Z), Peppino Mazzotta (Almas Negras), Will Merrick (Questão de Tempo) e Yuliia Sobol (Crianças da Noite).

A estreia será no dia 14 de julho. Vale lembrar que a Netflix contratou Elisabetta Zenatti para ser a nova chefe de conteúdo no Brasil e apostar no lançamento de novelas, batendo de frente com a Globo.

Elisabetta nasceu em Milão, na Itália, e foi para o Brasil em 1998. Ela fundou a Floresta Produções, uma joint venture com a Sony Pictures Television. As informações são do Notícias da TV.

Com passagens pela Band e Globo, ela adaptou para o Brasil realities como o De Férias com o Ex, Top Chef, Soltos em Floripa e Made in Japão.

Em entrevista ao UOL, Francisco Ramos, vice-presidente de Conteúdo da Netflix na América Latina, rasgou elogios para a executiva, nomeada em 2020 como uma das 50 mulheres mais influentes do entretenimento do mundo.

“Eu já a conhecia por seu trabalho e reputação, já conversávamos desde novembro. Eu me impressionei com seu bom gosto, seu entendimento do mercado. As pessoas e os criadores vão poder falar com executivos do Brasil, em português, alguém que os entenda de verdade”, disse.

Segundo ele, o impacto da pandemia estreitou os laços com criadores brasileiros. Ele citou Maldivas, série com Bruna Marquezine e Manu Gavassi que teve suas gravações paralisadas por causa do avanço do coronavírus.

“Passei muito tempo no Brasil no ano passado e posso dizer que nunca conheci um grupo tão diverso de criadores. O público se verá na tela. Continuar gerando empregos nesse momento é muito importante, enriquecer a cultura”, declarou.

Sobre novelas inéditas no catálogo da Netflix, Francisco não deu uma data certa para a chegada das produções. “Estou começando a encontrar produtores, escritores e diretores para acertar detalhes sobre isso. Acho que, em poucos meses, poderei te contar sobre nossa primeira novela”, prometeu.

Em ajuda ao audiovisual no Brasil, a Netflix fez uma doação de R$ 3 milhões a trabalhadores do audiovisual brasileiro que estão passando por necessidades. O serviço de streaming fez algo semelhante em 2020, no início da pandemia, quando doou R$ 5 milhões para o setor.

Confira:

 

Lucas Medeiros
Lucas Medeiros é formado em Comunicação Social e escreve sobre o dia a dia da TV.
Veja mais ›