Netflix faz o trabalho do governo e doa milhões para profissionais do audiovisual

Netflix
Netflix doa milhões para o setor audiovisual (Imagem: Divulgação / Netflix)

A iniciativa privada, entenda-se Netflix, tirou milhões dos seus cofres e deu para o setor audiovisual do Brasil, um trabalho que em tese deveria ser do governo federal. A ajuda da produtora norte-americana surgiu em meio ao clima de desespero vivido pelos profissionais da área.

Segundo informações da jornalista Cristina Padiglione, da Folha de S. Paulo, a Netflix fez uma doação de R$ 3 milhões a trabalhadores do audiovisual brasileiro que estão passando por necessidades. O serviço de streaming já doou R$ 5 milhões no início da pandemia, em 2020, no mesmo sentido.

A doação foi feita por meio de depósito ao fundo administrado pelo Instituto de Conteúdos Audiovisuais Brasileiros (ICAB), com o intuito de apoiar a comunidade na retomada gradual da produção de novos trabalhos cinematográficos no país.

Cerca de 2.500 pessoas, desde produtores e assistentes até coordenadores, técnicos e operadores de diversas áreas entraram na lista dos beneficiários. Cada um recebeu um único depósito no valor de R$ 1.100.

Ainda de acordo com a reportagem, as inscrições começaram no último dia 15, terça-feira. No ano passado, 4.590 profissionais foram beneficiados pelas doações no valor de um salário mínimo.

A doação da Netflix para o ICAB vai de encontro ao projeto de fundo mundial de US$ 150 milhões, anunciado pela empresa em março de 2020. O valor tem sido fundamental para profissionais do audiovisual no Brasil e em várias partes do mundo.

Preocupada com os profissionais, mas também com o seu público, a Netflix comprou uma das cotas de patrocínio da Globo para as Olimpíadas de Tóquio. A plataforma mais poderosa do mundo se tornou uma das patrocinadoras da emissora carioca no evento mais importante do ano há poucas semanas.

No mês passado, o canal da família Marinho começou a exibição das vinhetas das chamadas dos Jogos Olímpicos. As marcas Bradesco, Nívea, Ambev e o serviço de streaming mundial entraram na lista de cotistas principais. Outros nomes serão expostos nas próximas semanas conforme o andamento das negociações entre as agências e a área comercial da TV.

AvatarDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›