Neto diz que assiste a GloboNews, ataca Doria, Covas e Bolsonaro e elogia Portugal

Neto
Na Band, Neto rasga o verbo contra política, fala de concorrentes e cita Portugal como exemplo na pandemia (Imagem: Reprodução / Band)

Neto abriu Os Donos da Bola desta sexta-feira (5) com um recado claro ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido), ao governador João Doria (PSDB-SP) e ao prefeito Bruno Covas (PSDB-SP). Na crítica, o apresentador citou Portugal como exemplo na pandemia e confessou ser telespectador da GloboNews.

A declaração explosiva começou quando o ídolo do Corinthians falou que assistiu a GloboNews ontem (4) e que viu a notícia de que 28 pessoas morreram de Covid-19 no país de outubro até aqui:

“Que Deus proteja a todos nós, e que proteja mesmo. Eu estava assistindo a GloboNews, diga-se de passagem eu assisto a BandNews, a RecordNews, a Casa do Ca***** News. Em Portugal, desde outubro, infelizmente só 28 pessoas morreram, sendo que morriam 400 pessoas. O que fizeram lá? Lockdown geral!”.

Neto foi solidário ao momento dos trabalhadores. “Eu entendo perfeitamente as pessoas que precisam trabalhar e tem que trabalhar, mas não sou eu que tenho que pensar nisso”, advertiu. “Eu não sou pago para isso, não sou pago para fazer planejamento de quem vai abrir, quem vai fechar. Eu sou pago para falar e dar a minha opinião”, afirmou.

O apresentador soltou críticas contra Doria e sua quase ida aos EUA, a ida de Bruno Covas ao Maracanã em plena pandemia e a fala de Bolsonaro sobre a compra de vacinas. “O Doria, por que você não vai para Miami? Vai com a sua família para a Miami, irmão! Ei, Bruno Covas, vai você para o Maracanã! Ei, Bolsonaro! Minha mãe não vai comprar [a vacina]”, esbravejou.

Contra o capitão, a fala foi mais forte. Ele recordou que a Pfizer ofereceu ao Brasil 70 milhões de doses da sua vacina, o que foi recusado pelo atual governo em agosto do ano passado. “Eu compro para a minha mãe a vacina, e compro para minha família inteira e compro para quem precisar também! Por sinal, deveriam ter comprado 70 milhões de vacinas há três meses!”, disse.

Confira:

Paulo CarvalhoPaulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email paullocarvalho19@gmail.com.
Veja mais ›