Ney Matogrosso classifica Regina Duarte como “ingênua” após aceitar cargo

Ney Matogrosso
Ney Matogrosso criticou posse de Regina Duarte na Secretaria Especial (Imagem: Reprodução – Instagram – Globo / Montagem – RD1)

Famoso pelas suas declarações consideradas polêmicas, Ney Matogrosso voltou a chamar a atenção ao comentar a respeito da a posse de Regina Duarte como secretária especial da cultura no governo Bolsonaro, em entrevista ao programa Metrópolis, da TV Cultura, exibido na noite da última quarta-feira (11).

O cantor classificou a decisão da atriz de aceitar o convite do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para assumir a pasta como “ingênua”. Regina fez um péssimo negócio [ao aceitar a Secretaria de Cultura]”, disparou o cantor.

“Ela pode até ter boa vontade, mas não vai conseguir fazer nada, pois não terá essa abertura do governo. Claro, ela foi ingênua (também)”, acrescentou ele.

Regina Duarte tem encontrado resistência da ala mais ideologicamente aguerrida do governo desde que assumiu a pasta. Olavo de Carvalho, pensador tido como “eminência parda” da gestão, escreveu que havia feito uma “cagada” ao apoiar a atriz. 

Sérgio Camargo, presidente da Fundação Palmares, tem sido outro desafeto de Regina na Secretaria de Cultura. Em teoria um subordinado, na prática, Camargo age de forma independente já tendo realizado criticas indiretas à atriz em suas redes sociais, enquanto Regina Duarte, por sua vez, falou abertamente sobre a destituição do presidente da Fundação Palmares, que segue no cargo com aval do Presidente Bolsonaro.

WordPress Lightbox