No Limite: Angélica alfineta Iris, comenta acusações e declara torcida contra a loira

No Limite
Angélica alfineta Iris, comenta acusações e declara torcida contra a loira em No Limite (Imagens: Reprodução – Globoplay / Montagem – RD1) 

Angélica Ramos foi a segunda eliminada de No Limite, mas mesmo durando pouco tempo conseguiu fazer marcante a sua participação. Depois de deixar a disputa por R$ 500 mil, a paulista alfinetou uma declaração de Iris Stefanelli e foi direta ao dizer que não torcerá pela antiga concorrente.

Saiba tudo sobre No Limite na cobertura do RD1

Recapitulando o auê das duas, Iris criticou a rival na primeira rodada por causa de uma comemoração depois da vitória da tribo Carcará, a chamando de abusada e desrespeitosa. A ex-participante comentou em entrevista veiculada no Globoplay:

Perdemos a primeira prova que fiquei cinco horas lá cavando, falaram que ‘caracará come calango’ e ninguém disse nada. Ganhamos a Prova do Privilégio, aquela prova foi na véspera do aniversário do meu filho Luiz Otávio. Prometi pra ele que faria um gesto quando a gente ganhasse uma prova pra ele. Fiz o gesto, peguei a caixa e falei: ‘pega essa flecha’ moleque’. É um gesto de uma mãe com um filho e isso me conectou com meu filho”.

Angélica ainda alfinetou a ex-participante do BBB7 lembrando do triângulo amoroso completado por Diego Alemão e Iris Stefanelli, e negou que tenha desrespeitado alguém:

Ela fala assim: ‘lembro dela no Big Brother que é abusada’. Amor, abusada, ok, mas nunca abusei fisicamente e mentalmente de ninguém. Ela fala ‘no Big Brother eu lembrei dela que era abusada’. Sou abusada na minha vida, senão não sairia da Bélgica para estar aqui. Agora, me chamar de desrespeitosa, a fada sensata do trisal? Quando lembra da Íris lembra do quê? Do triângulo amoroso! Eu fui falar sobre isso? Não. O No Limite é um programa e o Big Brother é outro”.

Por fim, a participante eliminada reafirmou que ficou chateada ao saber dessa novidade e não escondeu o fato de não querer que Iris seja campeã ou vá longe no jogo:

Lembrar de mim que fui abusada de uma forma que ela colocou que foi uma forma ruim e me chamar de desrespeitosa, não concordo. Espero que quando ela saia, campeã ou não, mas não vou torcer pra ela, mas espero que ela entenda um gesto de uma pessoa, principalmente, de uma mãe. A gente ganhou uma prova e tinha que comemorar muito”.

Matheus Henrique MenezesMatheus Henrique Menezes
Oficialmente redator desde 2017. Experiências como editor e social media. Já escrevi sobre famosos, TV, novelas, música, reality show, política e pauta LGBTI+. Vídeos complementares no YouTube, no canal Benzatheus.
Veja mais ›