No Limite: Íris reage e faz acusação contra Angélica após ser criticada por treta com Ariadna

No Limite
No Limite: Íris falou sobre polêmica com Ariadna e Angélica (Imagem: Reprodução / Instagram)

Após protagonizar uma discussão com Ariadna no No Limite, Íris Stefanelli resolveu seu pronunciar nos Stories do Instagram. Para quem não sabe, durante o reality, a loira afirmou para a colega, que é uma mulher transexual, que ela tinha outras opções na vida além de ter sido garota de programa por um tempo.

Saiba tudo sobre No Limite na cobertura do RD1

Criticada nas redes sociais por não entender seus privilégios e ainda julgar as vulnerabilidades de outras pessoas, Íris ainda foi citada por Angélica no Encontro com Fátima Bernardes. No programa, a ex-No Limite falou sobre o assunto e as problemáticas em torno dele.

Após todas as críticas, a ex-sister tentou se explicar por vídeo nas redes sociais: “A Angélica simplesmente pegou o gancho da Ari e falou: ‘vou crescer em cima dessa loira'”, disparou Stefanelli.

“Eu e ela já estávamos uma não suportando a outra no programa. E eu quando estou estressada com uma pessoa, não adianta, não consigo passar sabão”, confessou ela.

“Admiro que ela deixou a família e o filho dela para enfrentar um programa que foi difícil para todos. Mas toda prova ela provocava. Esse é o jogo dela. Era bem difícil. A gente não dormia, não comia direito. Você já está num certo nível… E toda prova ela provocava. E eu retrucava. Mas foi parte do jogo, não foi nada pesado”, explicou a ex-BBB.

“Mas na hora que ela pegou o gancho da Ariadna pra crescer, que covardia. Eu fiquei tão mal, eu chorava de desespero. A Angélica nas provas conseguia me tirar do sério. Achei uma sacanagem ela ter pegado o gancho da Ariadna e dar uma ‘cacetada’ pra eu tomar mais ‘cacetada’ dos outros, achei uma covardia. Covardia!”, declarou ela.

“Como eu disse: loira, pobre, não vem que não tem privilégio coisa nenhuma. Não tive privilégio nenhum diferente de vocês! Trabalho pros outros desde os meus 12 anos de idade”, afirmou a influencer.

Após o desabafo, Íris recebeu algumas mensagens importantes dos seguidores. “Querida, batalhadora, só precisa entender um pouco mais das dores alheias, amigaaa se foi difícil pra você imagina pra negra trans. Eu falo isso pq tive uma como a sua bem ralada, mas não fui obrigado a me prostituir, porém tem gente que é”, disse uma internauta.

“Meu anjo, entenda, a dor do outro não anula sua dor. A vivência do outro não anula a sua. São realidades diferentes, cada uma com sua particularidade, mazelas e glórias. Se você não viveu a experiência do outro e não tem as características do outro, não cabe a você opinar sobre. Escute e reflita. Não é sobre se comparar, é sobre entender sobre os vários recortes que devem ser feitos. Não é fácil ser mulher no País em que vivemos, ainda mais sendo pobre, mas como eu disse, os recortes devem ser feitos”, pontuou um seguidor.

“A informação está aí para todos, você como uma influenciadora tem o dever de se inteirar sobre o assunto em questão. Reconheça seu privilégio, escute, reflita, saia um pouco da defensiva e se abra para o entendimento e empatia. Estamos todos aqui para evoluir como pessoa e como sociedade”, completou.

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›