Novelas de época devem dominar faixa das 18h na Globo

Globo
Selton Mello, protagonista da próxima novela das 18h, Nos Tempos do Imperador; Globo investe em folhetins de época (Imagem: Divulgação / Globo)

A Globo chega ao fim desta década celebrando os excelentes resultados das novelas exibidas às 18h. O horário abrigou folhetins espiritualistas, tramas de época, enredos calcados no realismo e narrativas históricas – uma destas, Lado a Lado (2012), contemplada com o Emmy Internacional. Para os próximos anos, a emissora vai recorrer às mesmas fórmulas.

Em março de 2020, logo após Éramos Seis, o canal estreia Nos Tempos do Imperador. O texto de Alessandro Marson e Thereza Falcão é uma espécie de continuação de Novo Mundo (2017), uma das mais bem-sucedidas novelas das 18h dos últimos anos, em audiência e repercussão. O protagonista de agora, Dom Pedro II (Selton Mello), é filho de Pedro I (Caio Castro) e Leopoldina (Letícia Colin).

Unindo realidade e ficção, Nos Tempos do Imperador irá acompanhar os conflitos profissionais e pessoais de Pedro II, do casamento com Teresa Cristina (Letícia Sabatella) ao romance clandestino com Luísa Margarida, a Condessa de Barral (Mariana Ximenes); esta, preceptora das filhas do casal real, Isabel (Giulia Gayoso) e Leopoldina (Bruna Griphao).

A parcela ficcional – que em Novo Mundo correspondia a Anna (Isabelle Drummond) e Joaquim (Chay Suede) – ficará por conta de Pilar (Gabriela Medvedovski) e Samuel (Michel Gomes). Ela rompe com a família para estudar medicina no Rio de Janeiro, solicitando auxílio de Pedro II. Na viagem até à capital, conhece Samuel, em busca da irmã desaparecida.

No segundo semestre, a Globo estreia Além da Ilusão, de Alessandra Poggi. A autora de Os Dias Eram Assim (2017) faz sua estreia às 18h. A direção artística caberá a Pedro Vasconcelos, que estreou na função em Espelho da Vida (2018), escrita por Elizabeth Jhin. O folhetim de ambientação rural deve marcar a chegada de Larissa Manoela, estrela do SBT por anos, na casa.

Aliás, Jhin, que respondeu por Escrito Nas Estrelas (2010), Amor Eterno Amor (2012) e Além do Tempo (2015), além de Espelho da Vida, deve retomar a escrita em breve. No momento, Silvio de Abreu, diretor do departamento de dramaturgia da emissora, tem em mãos as sinopses de Arroz de Palma, O Selvagem da Ópera, A Intrusa e Feira das Vaidades.

Arroz de Palma é o projeto mais antigo. A trama desenvolvida por Benedito Ruy Barbosa, sua filha Edmara Barbosa e seu neto Bruno Luperi, a partir da obra de Francisco Azevedo, estava prevista para a vaga de Tempo de Amar (2017). O enredo parte da reunião promovida por Antônio para celebrar os 100 anos do casamento dos pais, José Custódio e Maria Romana.

Já O Selvagem da Ópera estava com gravações agendadas quando a Globo optou por extinguir a faixa das 23h. O enredo concebido por Maria Adelaide Amaral a partir de registros sobre a vida e a obra do maestro Carlos Gomes será reformulado para o horário das 18h; ainda não se sabe se o elenco escalado, do protagonista Renan Monteiro a Tony Ramos, ficará à disposição do projeto.

A Intrusa também surgiu de uma mudança de planos. O autor Alcides Nogueira optou por desenvolver um novo trabalho ao invés de reformular a sinopse sobre o movimento sufragista que havia apresentado. O livro de Júlia Lopes de Almeida destaca Alice, que se emprega na mansão de Argemiro obedecendo à uma estranha condição: a de jamais ser vista pelo patrão.

Denise Bandeira e Gilberto Braga respondem pela adaptação de Feira das Vaidades; a obra de William Makepeace acompanha as amigas Becky e Amelia – ambas criadas para o casamento; a primeira, porém, astuta e amoral, características que a ajudam a garantir a estabilidade financeira do marido, Rawdon. Parceiro de Gilberto há 35 anos, Dennis Carvalho responderá pela direção artística.

Duh Secco é “telemaníaco” desde criancinha. Em 2014, criou o blog “Vivo no Viva”, repercutindo novelas e demais atrações do Canal Viva. Foi contratado pela Globosat no ano seguinte. Integra o time do RD1 desde 2016, nas funções de repórter e colunista. Também está nas redes sociais e no YouTube (@DuhSecco), sempre reverenciando a história da TV e comentando as produções atuais.

WordPress Lightbox