Balanço Geral
Reinaldo Gottino, Fabíola Reipert e Renato Lombardi comandam o “Balanço Geral SP” (Imagem: Edu Moraes / Record)

No ar de segunda a sexta, sempre ao meio-dia, o “Balanço Geral SP” tem sido uma pedra no sapato da concorrência. Apresentado pelo trio Reinaldo GottinoFabíola Reipert e Renato Lombardi, o jornalístico da Record vem se destacando como o programa mais assistido pelo telespectador paulista no hora do almoço.

Com matérias ao vivo e o quadro “A Hora da Venenosa”, capitaneado por Reipert, o vespertino é um case de sucesso dentro da emissora. O “BG SP” traz o conteúdo factual e aposta nas notícias locais. Diferente dos concorrentes que focam em conteúdo nacional – “SP 1” e “Jornal Hoje”, da Globo, principalmente – , a Record aposta em notícias locais e vem ganhando a simpatia do público. A equipe do RD1 acompanhou os bastidores do programa e conversou com os apresentadores do telejornal.

Sobre a audiência do jornalístico, Gottino disse que o formato tem agradado ao público de casa. “Nossa equipe está muito feliz com o momento do programa e isso aqui é uma amizade. Nós nos entendemos no olhar, no toque. É um relacionamento e a gente divide bem as funções dentro do programa”, ressaltou o apresentador.

Reinaldo ainda falou que não sente dificuldades em apresentar o telejornal e, por isso, a atração acaba sendo feita de maneira tranquila. “É muito gostoso fazer o telejornal. Não precisamos de trazer nada carregado ou pesado. A ‘Hora da Venenosa’ passa voando. É muito gostoso de fazer”, comentou o âncora sobre o quadro de notícias sobre as celebridades que Fabíola Reipert comanda.

“A parte do jornal que traz informação factual é de interesse do público, mas o momento em que contamos com a Fabíola, também caiu nas graças das pessoas que sentam para assistir e se divertir. A pessoa sabe que vai ter informação e depois entramos para a editoria de celebridades”, frisou Gottino.

O jornalista ainda rasgou elogios a Fabíola e alertou que ela não pode ficar sabendo de tudo. “A Fabíola conta tudo. Não tem tempo ruim com ela. Mas sobre o caráter dela, eu posso dizer que é um dos melhores que eu já conheci. Ela é amiga de verdade, de um caráter incrível com quem eu trabalho há quatro anos e não posso falar nada dela. Ela é uma pessoa muito leal e isso que dá força para trabalharmos juntos, pois um sempre ajuda o outro e há sempre uma colaboração. Mas se alguém contar algo pra ela, ela conta no ar. O que importa pra ela é o telespectador”, revelou.

Questionado sobre como é disputar contra o elenco da Globo e ganhar, Gottino foi enfático: “Muito bom. É uma delícia. É uma responsabilidade e isso requer da gente muito esforço e trabalho. Hoje, trabalhamos muito mais do que há um ou dois anos. Nossa equipe chega aqui por volta das 7 horas da manhã para entramos no ar ao meio-dia”, disse, completando: “Chegamos aqui na emissora e nossa equipe já levanta o que será falado. Nós gostamos de participar do nosso conteúdo. Isso que é legal, participar do processo de criação do programa”.

Fabíola Reipert relembrou alguns momentos, em entrevista o RD1, e comentou sobre a boa fase que o quadro vem galgando dentro do “Balanço”. “Faz quatro anos que estou aqui no ‘Balanço Geral São Paulo’ e, nesse tempo, vi o programa ganhando vários contornos. A editoria de celebridades, que muita gente menospreza, tem público. Se você escreve no jornal, o povo vai ler, se é em site, o povo vai clicar e se fala na TV ou rádio, vai dar audiência. As pessoas gostam de uma fofoquinha. Eu sei porque vou na rua, na feira, na [rua] 25 de Março e as pessoas vêm falar comigo. É um público muito grande e sempre tem aquela pessoa que vira pra mim e diz que a mãe ou a avó adora”, comentou.

Sobre ter tido algum problema com informações de alguma celebridades, Fabíola confidenciou que o que acontece são os processos. “O problema de quem escreve sobre celebridades são os processos, mas eu nunca mais fui processada e não tenho mais processo. A ‘Hora da Venenosa’ não tem mais nenhum processo. Eu não recebo processo porque temos aqui um corpo jurídico que vai atrás e procura as informações”, disse a jornalista.

“Tudo que eu falo é notícia do que os famosos fizeram. Se eles não aprontarem, a gente não fala. Tudo que falo vem dos famosos, então, eles que tomem cuidado. A TV dá uma repercussão muito grande, a internet também, mas depende só deles”, comentou.

Questionada sobre como é ganhar da Globo, a jornalista de famosos disparou: “Eu acho que liderar todo mundo gosta. É uma sensação muito boa. Só que eu tenho o pé no chão porque hoje a gente está em primeiro, amanhã podemos não estar. Não adianta ficar cantando de galo, se achando em primeiro lugar porque o mundo dá voltas. O momento é de comemorar, mas sem passar por cima dos outros, sem ficar se achando”.

Renato Lombardi, o Lombi, é um dos integrantes que faz muita diferença no time, afinal, além de conhecido entendedor sobre Segurança Pública, entrou para o quadro de celebridades trazendo um jeito carrancudo, mas humorado. Formado em jornalismo, Lombardi veio de jornais impressos e reportagens na TV. Com anos de especialidade com a editoria de polícia, ele tem passagens pelo jornal O Globo, RedeTV!, TV Cultura, rádio Bandeirantes e, atualmente, Record.

“Eu sempre fiz jornalismo sério. Quando vim pra Record, há 9 anos, fazia os telejornais matinais da emissora. Com a chegada do Gottino, na manhã da Record, a química foi boa porque fazíamos esse tipo de noticiário. Às vezes, saíamos da informação pesada para um pouquinho de bom humor. Quando ele entrou no Balanço, ao meio-dia, eu vim trabalhar com ele e no começo da ‘Hora da Venenosa’, com a Fabíola, eu fazia 15 minutos. Quando vi, já estava fazendo uma hora direta. Aí, a censura pessoal que eu tinha, foi sendo quebrada. Eu falo isso porque eu era conhecido por desembargadores, juízes e demais fontes do setor de segurança, que me conheciam como Renato Lombardi. Aí, do nada, eu virei Lombi, porque a Fabíola me apelidou assim e ficou”, disse Renato, que explica e complementa as notícias dos telejornais da Record.

Sobre a repercussão, Lombardi ressalta que atinge todas as faixas etárias com o Balanço. “Uma coisa que me chamou a atenção foi que atinjo todas as faixas de idade. Gente de idade. Gente jovem e criança. É um público diferenciado do que eu lidava. Aqui na Record, por causa do quadro de fofocas, eu atinjo todos os públicos. Encontrei gente em Portugal que veio falar comigo com tanto carinho”, ressaltou.

Esse carinho do público tem surpreendido o profissional. “Certa vez, o Gottino estava gravando uma matéria e um garoto de 11 anos chegou pra ele e disse que queria ser repórter policial por causa de mim. Aí, o Gottino gravou um vídeo com ele e me mostrou. A produção do ‘Balanço’ me perguntou se eu queria conhecer o garoto e fomos à escola dele sem que ele soubesse. Aí o garoto começou a chorar e me abraçou. Eu sempre faço alguma coisa diferente no programa. Uma vez eu joguei um prato que quebrou no estúdio. O menino, então, com a mãe do lado, me contou o seguinte: ‘Minha mãe estava com depressão e sempre assiste ao programa. Ela queria se matar. Quando você jogou o prato e quebrou, ela começou a dar risada’. A mãe que estava do lado confirmou e isso é algo que não tem preço”, contou Renato Lombardi que disse mais: “Certa vez, outro garoto que estava em coma no hospital, acordou e o médico perguntou se ele queria comer alguma coisa. Ele respondeu que queria assistir ao tio Lombi. Aí eu fui lá. Ele fez um aniversário temático com o bigode do Lombi e os amiguinhos dele todos estavam usando o bigode. Foi algo emocionante”, comentou.

Sobre ganhar da Globo, Renato foi direto: “É ótimo! É gratificante porque, antigamente, as pessoas sentavam nas salas de suas casas e ligavam na Globo. Hoje, as coisas são diferentes. Tem outras opções de programas e o nosso tem dado resultado por conta do nosso trabalho”.

Lombardi aproveitou para ressaltar a importância e seriedade do “Balanço Geral SP”. “O nosso jornalismo é sério e nós temos um detalhe que as demais não têm: nós damos o complemento da informação. Na rua, as pessoas comentam que eu explico e acrescento às informações. Aqui a gente brinca no quadro da Fabíola, mas sem depreciar ninguém”, finalizou.

🔵Boletim RD1 💥 Notícias dos Famosos

COMENTÁRIOS - Interaja Você Também! ⬇

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Esta opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!