Onda de reprises na Globo inclui Eta Mundo Bom em Vale a Pena Ver de Novo

Eta Mundo Bom
Sérgio Guizé (Candinho) em Eta Mundo Bom, próximo cartaz do Vale a Pena Ver de Novo (Imagem: João Cotta / Globo)

Além das quatro reprises que lança entre a próxima segunda-feira (23) e o mês de abril, a Globo também contará com Eta Mundo Bom (2016) no Vale a Pena Ver de Novo. Esta coluna do RD1 consultou a Comunicação da emissora na tarde desta terça-feira (17). A exibição da novela de Walcyr Carrasco na faixa está mantida; a data do retorno, porém, ainda não foi definida.

Eta Mundo Bom acompanha a trajetória de Candinho (Sérgio Guizé), criado por um casal de fazendeiros à beira da falência. Ele é expulso de casa após se envolver com Filomena (Débora Nascimento), primogênita de Cunegundes (Elizabeth Savala) e Quinzinho (Ary Fontoura). Em São Paulo, o matuto e seu burro Policarpo são acolhidos pelo Professor Pancrácio (Marco Nanini), que vive de pequenos golpes.

O que Candinho sequer imagina é que sua mãe biológica, Anastácia (Eliane Giardini), sonha em reencontrá-lo. Contra a milionária está sua sobrinha Sandra (Flávia Alessandra), interessada em herdar a fábrica de sabonetes e os demais bens da tia. Para tal, ela conta com o auxílio de Ernesto (Eriberto Leão), homem que “desencaminha” Filomena. Atenta às movimentações da dupla do mal está Maria (Bianca Bin), empregada de Anastácia.

Eta Mundo Bom conta ainda com Camila Queiroz, Klebber Toledo, Rainer Cadete, Rosi Campos, Anderson Di Rizzi, Flávio Migliaccio, Suely Franco, Ana Lúcia Torre, Flávio Tolezani, Guilhermina Guinle, Priscila Fantin, Rômulo Arantes Neto e Tarcísio Filho, dentre outros. O folhetim, com direção artística de Jorge Fernando, ostenta a maior média das 18h na última década: 27,1 pontos.

Cabe lembrar que a Globo planejava reapresentar Eta Mundo Bom na sequência de Por Amor (1997), em outubro do ano passado. A trama, porém, foi descartada por conta da repercussão negativa da escolha na web – mesmo com chamadas já gravadas pelo protagonista Sérgio Guizé. A aclamada Avenida Brasil (2012), de João Emanuel Carneiro, ocupou a vaga.

Importante destacar também que a volta de Candinho se dá em meio à onda de reprises que vai invadir a programação da Globo nos próximos meses.

O canal suspendeu os trabalhos em seus estúdios, visando impedir a propagação do coronavírus. Amor de Mãe e Salve-se Quem Puder terão suas exibições suspensas; compactos de Fina Estampa (2011) e Totalmente Demais (2015) ocupam as faixas das 21h e das 19h. Novo Mundo (2017) virá na sequência de Éramos Seis; Malhação – Viva a Diferença (2017) fica com a vaga de Toda Forma de Amar.

Duh Secco é “telemaníaco” desde criancinha. Em 2014, criou o blog “Vivo no Viva”, repercutindo novelas e demais atrações do Canal Viva. Foi contratado pela Globosat no ano seguinte. Integra o time do RD1 desde 2016, nas funções de repórter e colunista. Também está nas redes sociais e no YouTube (@DuhSecco), sempre reverenciando a história da TV e comentando as produções atuais.

WordPress Lightbox