Pandemia causa repetição e dupla jornada nos noticiários da Globo

Globo
Maju Coutinho respondeu pela edição deste sábado (4) do Jornal Hoje; jornalismo da Globo sofre mudanças por conta de pandemia (Imagem: Reprodução / Globo)

As mudanças que a pandemia de coronavírus causaram no Jornalismo da Globo passam pela repetição de algumas figurinhas na bancada dos principais noticiários. Maju Coutinho, por exemplo, além de comandar o Jornal Hoje de segunda-feira a sexta-feira, conduziu a edição deste sábado (4); o mesmo aconteceu na semana retrasada (21). Flávio Fachel, do Bom Dia Rio, esteve nestas duas datas à frente do Jornal Nacional.

O aumento da jornada de trabalho coincide com a suspensão da participação de profissionais de outros estados nos respectivos telejornais. O Jornal Hoje deixou de contar com Zileide Silva e Fábio William, de Brasília; o Jornal Nacional abriu mão dos apresentadores da capital federal, de São Paulo e de afiliadas – alçados à bancada por ocasião do cinquentenário do JN, celebrado em 2019.

Antes das mudanças, por exemplo, Maju passava semanas longe do JH aos sábados. Após conduzir o plantão do sábado de Carnaval (22 de fevereiro), ela só voltou ao estúdio no final de semana no último dia 21; neste período, Márcio Gomes e Zileide se revezaram no posto. Já Fachel estava longe do JN desde 18 de janeiro, antes da edição de sábado retrasado.

Nas próximas semanas, Renata Vasconcellos e William Bonner também devem dar expediente no sábado. O Jornal Nacional contará ainda com a estreia de André Trigueiro – além das de Hélter Duarte (dia 28) e de Mônica Teixeira (hoje) e da volta de Mariana Gross, que participou do rodízio de afiliadas, agora como plantonista fixa. O Jornal Hoje, por sua vez, vai contar com o time de São Paulo, formado por Márcio e Rodrigo Bocardi.

César Tralli, também da capital paulista, ficará de fora. Ele vem cumprindo dupla jornada, à frente do SP1 e da Edição das 18h, na GloboNews – cobrindo Leilane Neubarth, afastada por pertencer a um dos grupos de risco da covid-19. Christiane Pelajo, da GNews, encontra-se na mesma situação: além da Edição das 16h, apresenta o SP2, na ausência de Carlos Tramontina.

Duh Secco é “telemaníaco” desde criancinha. Em 2014, criou o blog “Vivo no Viva”, repercutindo novelas e demais atrações do Canal Viva. Foi contratado pela Globosat no ano seguinte. Integra o time do RD1 desde 2016, nas funções de repórter e colunista. Também está nas redes sociais e no YouTube (@DuhSecco), sempre reverenciando a história da TV e comentando as produções atuais.

WordPress Lightbox