Patrícia Poeta surpreende e diz que sofreu assédio na adolescência

Patrícia Poeta
Patrícia Poeta revela que sofreu assédio na adolescência (Imagem: Reprodução / Globo)

Patrícia Poeta aproveitou um momento do Encontro, da Globo, para fazer um triste relato envolvendo a sua adolescência. A apresentadora disse, nesta quarta-feira (13), que passou por um caso de assédio quando era mais nova.

O desabafo da famosa ocorreu após uma convidada relatar ter sido alvo de um motorista de aplicativo. A entrevistada, de 20 anos, disse que pediu um carro para ir para casa e, durante a rota, o motorista ofereceu um produto desengordurante para limpar a tela do celular e os óculos, pedindo, em seguida, para que a passageira cheirasse o líquido em um pano.

A jovem estava de máscara, chegou a ficar tonta e ver tudo preto com o cheiro. Em seguida, ele pediu para ela tirar a máscara e a trancou. Eduarda, porém, conseguiu destrancar e se jogou com o carro em movimento.

“Um momento que a gente se sente vulnerável. Fui correndo até o caminhão pedir ajuda. Quando entrei no caminhão, ele ficou parado na frente olhando para onde a gente ia. Só no momento que a gente parou na minha casa que ele seguiu a rota dele“, contou Eduarda.

Patrícia Poeta, então, disparou: “Me coloco no lugar dela, porque quando era adolescente também fui vítima de uma tentativa dessa. Lembro até hoje, tenho trauma disso até hoje porque não consegui se quer falar para pedir ajuda”.

Recentemente, a jornalista usou o seu perfil do Instagram para soltar um longo desabafo a respeito da cirurgia de emergência pela qual passou. A apresentadora contou aos seus admiradores que correu risco de morte com o procedimento. Ela ainda disse que ficou com o rosto desfigurado.

Queridos, depois do susto, sigo o caminho pra casa pra terminar de me recuperar lá”, iniciou a jornalista em seu perfil.

A global acrescentou: “Agora, confesso que não tem como passar por um pesadelo desses, depois de vários dias internada, e não refletir sobre tudo que vivi, nesse período. A ficha parece que vai caindo e você, claro, tentando entender melhor as coisas e o porquê de tudo aquilo”.

“O fato é que, às vezes, a vida prega cada surpresa na gente. Acordei com uma leve dor de garganta, na semana passada. Tudo parecia sob controle”, desabafou.

A titular do Encontro ainda explicou: “Estava devidamente medicada, inclusive. Mas o problema é que, em poucas horas, aquela ‘pequena inflação’, imperceptível a olho nu, já descia até quase a base do pescoço. De lá pra baixo, era risco de vida na certa. Por isso, a operação precisou ser urgente, no mesmo dia da internação”.

“Rosto? Ficou desfigurado. Um verdadeiro pesadelo. Bom, depois das horas de operação, outro grande desafio já se encaminhava: exercitar a paciência, a reza e o pensamento positivo… E pra que? Pros próximos exames e possíveis consequências deles; pra enfrentar a dor ao engolir a própria saliva, pra tentar e não conseguir abrir a boca pra falar, comer, etc”, ressaltou a famosa.

MAIS LIDAS

Luiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser encontrado através do email [email protected]
Veja mais ›