Paulo Vieira se assume fofoqueiro e alfineta Felipe Simas no GNT

Paulo Vieira
Paulo Vieira fala sobre fofoca e alfineta Felipe Simas durante participação no programa Dani-se, do GNT (Imagem: Reprodução – GNT – Globo / Montagem – RD1)

Paulo Vieira participou do programa Dani-se, de Dani Calabresa, no GNT, e não escondeu sua predileção pelas fofocas. O humorista admitiu o seu lado fofoqueiro e até alfinetou Felipe Simas, ator que causou polêmica depois de ter falado que “fofoca não edifica”.

O famoso foi convidado para o programa ao lado de Fabiana Karla, ex-apresentadora do extinto Se Joga, que por vezes se arriscou na “fofoca do bem”. Dani Calabresa colocou o assunto na roda logo de cara. “Quem é o maior fofoqueiro aqui da mesa e por que é o Paulo Vieira?”, questionou.

“Não é que eu sou fofoqueiro, mas eu converso muito com o pessoal da maquiagem. Então às vezes você chega e pergunta: ‘Quem é humilde?’. E ali você deixa borbulhar”, entregou. “É que eu vim de uma família tradicional fofoqueira”, completou.

No discurso, ele citou Felipe Simas, chamado por ele de “Simas feio”. “Eu tive um tempo na minha vida que eu falava assim: ‘Vou cortar tudo isso que não me edifica’. Sabe o Simas feio? ‘Vou cortar. Se não edifica, eu não vou fofocar'”, relatou.

“Só que aí eu fui estudar o espiritismo. O espiritismo diz que nós estamos num plano de julgamento, de expiação de culpa, um plano baixo. Então eu vou ser um homem do meu plano”, ironizou.

Reclamação

Paulo Vieira acompanhou o Jornal Nacional do dia 21 de setembro, marcado por uma homenagem a Marina Miranda, que morreu aos 90 anos vítima de complicações causadas pelo Alzheimer.

Na reportagem do telejornal da Globo, logo após de uma cena da atriz como Dona Charanga no humorístico A Escolinha do Professor Raimundo, outra sequência, desta vez da artista em Dancin’ Days, contracenando com Gloria Pires.

O repórter Hélter Duarte narrou: “Nas novelas, se o papel era pequeno, ela roubava a cena”. O comentário não foi bem avaliado pelo humorista da Globo, cotado para o comando de um reality culinário no GNT. “É uma maneira bem sonsa de dizer que Marina Miranda sofreu o racismo da nossa televisão a vida toda”, detonou. “Descanse, rainha”, desejou.

Confira:

MAIS LIDAS

Paulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].
Veja mais ›