Pedro Bial bate Tiago Leifert e Marcos Mion e é eleito o melhor apresentador de reality

Pedro Bial
Pedro Bial é o melhor apresentador do gênero reality show da TV (Imagem: Reprodução / Globo)

Cinco anos após a sua última apresentação no BBB, Pedro Bial foi apontado por uma pesquisa feita pela empresa MindMiners como o apresentador de reality show mais querido da TV brasileira. A pesquisa, feita entre os dias 16 e 19 de janeiro, colocou o famoso nos primeiros lugares.

Exatamente isso, “lugares”. Em ordem de citação, enquanto Bial apareceu em primeiro lugar com 25%, Pedro surgiu na segunda posição com 18% dos votos, ou seja, o atual apresentador do único talk show da Globo ficou com 43% da preferência do público.

Pedro Bial deixou o programa em 2016 para a surpresa de todos. Em ascensão no entretenimento, Tiago Leifert foi chamado para a vaga e não saiu mais. De lá para cá, ele assumiu a apresentação do programa de confinamento e da versão original do The Voice Brasil. Bial, por sua vez, apostou no gênero talk show.

O terceiro lugar não foi ocupado por Tiago Leifert, mas por Marcos Mion, que até o ano passado esteve à frente de A Fazenda, da Record. Mion apareceu com 14% e Marcos com 11%, totalizando 25% para o ex-apresentador da emissora dos bispos.

No início do ano, o país recebeu a notícias inesperada de que a Record rescindiu com Marcos Mion o seu contrato, previsto para terminar no final deste ano. As partes concordaram numa reunião pelo fim da parceria. Ele comandou as edições de 2018, 2019 e 2020 do programa, logo após Roberto Justus, e atingiu os maiores índices de repercussão da história, bem como ótima audiência.

10% responderam “não sei” para a pesquisa. Tiago foi dividido em três: Leifert e Tiago, ambos com 9%, e Thiago, com 8%. Somados, o apresentador da Globo ficou com 26% dos votos. Ana Paula Padrão apareceu na lista e foi a única mulher, com 4% para Paula e 3% para Ana, totalizando 7%.

Na briga particular entre Pedro Bial e Tiago Leifert, o veterano ficou na frente do seu substituto por uma diferença de 17%. Na briga com Marcos Mion, Leifert tomou a dianteira por 1% de diferença. Mion, aliás, se tornou alvo de rumores de uma possível conversa com a Globo.

Paulo CarvalhoPaulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email paullocarvalho19@gmail.com.
Veja mais ›