Pela Rouanet, ator da Record consegue autorização para captar verba para peça sobre o Flamengo

Record
Secretaria do governo aprova e ator da Record consegue usar Lei Rouanet (Imagem: Divulgação / Bruno Ahmed)

O Governo Bolsonaro, por meio da Secretaria de Cultura, administrada por Mario Frias, autorizou a produtora B&A Empreendimentos e Cultura, do ator Bruno Ahmed, ator de novelas da Record, a captar cerca de R$ 312 mil para a produção de uma peça infanto-juvenil sobre o Flamengo.

Por meio da Lei Rouanet, a empresa do artista, que nos últimos anos foi estrela de novelas bíblicas da Record, conseguiu o sinal verde do governo federal, segundo informações do Metrópoles.

A justificativa para a produção de “Uma Vez Flamengo, Sempre Flamengo”, foi simples e objetiva: “Possibilitar que crianças e jovens conheçam mais sobre o desenvolvimento do esporte” e, em especial, sobre “a importância do Flamengo neste processo”.

A Secretaria de Cultura, pela Lei Rouanet, e os incentivos fiscais, é um dos caminhos para realização do espetáculo que busca patrocinador. A empresa de Bruno salientou que a dramaturgia do texto foi acompanhada pela Diretoria de Patrimônio Histórico do Clube de Regatas do Flamengo.

Record censura jornalista anti-Bolsonaro

Em novembro, o R7 tomou as redes depois que o jornalista Guto Ferreira publicou uma matéria com o seguinte título: “Dez motivos para você apoiar a reeleição do presidente Bolsonaro”.

Na linha fina, o texto da chamada, ele prosseguiu: “Muitos se perguntam quem apoiar nas eleições 2022. Vamos então nos apegar às evidências, fatos e resultados para orientar melhor você, leitor brasileiro”.

Na matéria, o ataque: “Se você abriu esta matéria, lamento. Não existem motivos. Assim como não existem Duendes ou o Papai Noel. Fim. É simplesmente o pior governo desde a redemocratização do país. Boa semana para todos”.

Mais tarde, o jornalista foi pego de surpresa com a publicação fora do ar. Em resposta a seguidores no Twitter, ele declarou:

“Infelizmente tiraram a matéria do ar. E estou aguardando posicionamento do site sobre ser ou não um ‘problema técnico’ apenas na minha coluna. Se não retornar é porque foi censura a pedido do palácio mesmo”.

“Infelizmente censuraram e tiraram do ar a matéria. Sem nem ao menos me comunicar”, lamentou.

Gostou do conteúdo? Siga @rd1oficial no Instagram e RD1.com.br no Facebook para acompanhar as últimas notícias dos famosos.

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›