Pepeu Gomes é questionado sobre músicas de Anitta e dá resposta: “Não me acrescenta em nada”

Pepeu Gomes
Pepeu Gomes é questionado sobre músicas de Anitta (Imagem: Divulgação / Montagem – RD1)

Pepeu Gomes surpreendeu ao revelar que não tem acompanhado as novas gerações da música brasileira, como Anitta. De volta à estrada com Baby do Brasil na turnê 140 graus, o famoso surpreendeu ao ser questionado sobre as músicas da cantora.

publicidade

Para a Quem, Pepeu disparou: “Nada contra, nada a favor, não me acrescenta nada. Respeito tudo, na praia dela, é uma artista que venceu, que está vencendo a grande batalha que é ser artista no Brasil”.

O músico, que é considerado um melhores guitarristas do Brasil, ressaltou que prefere o saudosismo de seus artistas preferidos, como Jimmy Hendrix, Ella Fitzgerald, Jamiroquai e Arnaldo Antunes.

publicidade

Veja Também

“Escuto aquilo que sempre gostei, e que me traz um saudosismo sadio. Isso é meio normal. Eu sempre briguei para que a gente fizesse músicas que fossem eternas. Preta Pretinha fez 50 anos agora e continua viva. A música do Brasil não anda bem das pernas, porque estão tomando um rumo onde só se mostra bunda, as músicas só com dois acordes…“, desabafou.

Pepeu Gomes fala sobre realidade envolvendo os músicos

Na entrevista, o parceiro de Baby declarou que a música instrumental no Brasil agoniza. “A gente nunca viveu como viveria nos Estados Unidos ou na Europa. Qualquer músico brasileiro do quilate de Armandinho, Frank Solari, Victor Biglione, se morasse fora do Brasil, estaria milionário. O Brasil não valoriza os músicos que tem”, afirmou.

Por fim, ele disse que sempre quis deixar obras importantes. O famoso comentou que começou a cantar para expandir as oportunidades de trabalho.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

“Minha preocupação não é enriquecer. Nunca foi. Mas sim deixar uma obra como (Moraes) Moreira deixou, que é uma referência não só para o Brasil, mas para a América Latina. Ninguém enriquece com a música. É um ou outro. Principalmente músico instrumentista que ganha mais instrumentos do que cachê”, ponderou.

publicidade

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui
Da RedaçãoDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.