Príncipe Harry mergulhou nas drogas para lidar com a morte da mãe

Príncipe Harry
Príncipe Harry fala sobre luto após a morte da mãe, a Princesa Diana (Imagem: Divulgação / ABC)

O Príncipe Harry conversou abertamente sobre os impactos da morte de sua mãe, Princesa Diana, e como isso afetou terrivelmente o seu psicológico. A declaração do membro da Família Real foi dada para a série The Me You Can’t See, da Apple TV+.

O Entertainment Tonight descobriu que ele falou sobre como enfrentou a situação: drogas e álcool. “Eu estava disposto a fazer e experimentar essas coisas que me fariam ter a sensação de não sentir nada“, revelou.

Mas eu comecei a perceber: ok, não estou bebendo de segunda a sexta, mas eu provavelmente estou bebendo o equivalente de uma semana em uma noite de sexta ou sábado. Eu bebia sozinho não porque apreciava aquilo, mas porque estava tentando mascarar algo“, relatou.

Quem ajudou o Príncipe Harry foi Meghan Markle, sua esposa, que o fez procurar tratamento. “Eu sabia que se eu não fizesse terapia e cuidasse de mim, eu iria perder a mulher com quem eu me via passando o resto da minha vida“, emocionou.

Rapidamente, eu estabeleci que, para o nosso relacionamento dar certo, eu teria que lidar com o meu passado, porque tinha muita raiva ali. E não era raiva dela. Era apenas raiva, e ela entendeu isso“, contou.

O neto da Rainha Elizabeth mencionou o pai, Príncipe Charles, herdeiro do trono, que deu sua visão dos fatos na época. “Meu pai costumava dizer para mim e para William quando eu era mais novo: ‘Bem, foi assim comigo, então é assim que será com você’. Isso não faz sentido. Só porque você sofreu, não significa que seus filhos precisam sofrer. Pelo contrário“, rebateu.

Recentemente, em entrevista à Oprah Winfrey, Meghan Markle falou sobre racismo dentro da família com relação ao seu primeiro filho, Archie. “Naqueles meses em que estava grávida tivemos uma série de conversas sobre ‘ele não teria segurança, ele não teria título’ e também preocupações e conversas sobre o quão escura sua pele ficaria quando ele nascesse“, revelou a atriz.

Oprah quis saber se a entrevistada “pensou em se machucar e em suicídio“. “Sim. Uma das coisas que me atormenta é uma fotografia no Royal Albert Hall [do dia em que contou a Harry como se sentia]. Eu tinha tido essa conversa com Harry. Esses são os pensamentos que tenho no meio da noite. É algo real. É metódico“, desabafou.

AvatarDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›