Rafael Vitti diz que reflete sobre exposição de Clara Maria nas redes sociais

Rafael Vitti
Rafael Vitti fala sobre paternidade em entrevista ao É De Casa (Imagem: Reprodução / Globo)

Rafael Vitti foi entrevistado por Ana Furtado no É De Casa e falou abertamente sobre a paternidade. Pai de Clara Maria, fruto do seu relacionamento com Tatá Werneck, o ator comentou a enorme visibilidade da filha nas redes sociais.

Clara Maria era famosa antes de nascer. Agora isso está até me preocupando“, admitiu o galã. “Fico pensando: ‘Será que a gente está expondo demais essa menina?’. Mas, ao mesmo tempo, percebo o quanto está ela sendo importante pelas mensagens que estou recebendo“, contou.

Clara Maria se tornou muito querida pelos fãs de Rafael Vitti e Tatá Werneck antes mesmo do seu nascimento. Seus vídeos ao lado dos pais têm deixado a web chocada com tanta fofura e carisma em frente à câmera.

A missão mais difícil da vida é realmente educar e criar nossos filhos. Estou fazendo questão de abraçar essa missão como se fosse o meu ofício. Estou aproveitando 100% todas as fases e todos os momentinhos“, emocionou.

Ela já plantou mudinha comigo, faz yoga, anda de skate, é realmente um espelho. Tudo que eu gosto de fazer, ela quer copiar, até o jeito de comer e andar“, entregou.

Vitti disse que a herdeira o reconhece na TV e aponta o dedo para a telinha toda a vez que ele aparece na edição especial de Malhação – Sonhos (2014).

Pouco depois do nascimento de Clara Maria, Rafa concedeu entrevista para o jornal O Globo e fez confissões sobre o seu lado pai. “A gente aprende a ter um senso de responsabilidade muito mais aguçado e aprende na prática mesmo a se doar. É uma vidinha ali, ainda frágil, que vai se desenvolvendo. É uma missão. Acho que a missão mais difícil e a mais bonita e recompensadora“, avaliou.

Recentemente, ele publicou um vídeo no qual a menina chorava ao ser contrariada. “Ela é uma criança que a gente já percebe que é muito determinada com o que quer… Amar também é colocar limites, orientar. Quanto antes a gente começar conversando, dialogando, explicando e acolhendo o choro, mais fácil vai ser dali para frente“, apontou.

Paulo CarvalhoPaulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].
Veja mais ›