Randolfe Rodrigues volta a ironizar bolsonarista e pede Mia Khalifa na CPI

Mia Khalifa
Mia Khalifa voltou a ser citada em CPI da Covid (Imagem: Reprodução / Twitter)

O nome da ex-atriz pornô Mia Khalifa novamente virou assunto na CPI da Covid-19, nesta quarta-feira (22). Isso aconteceu quando Luis Carlos Heinze (PP-RS) citou novamente uma pesquisa sobre uso da cloroquina que havia sido conduzida por uma atriz pornô.

O político nem bem terminou a frase e Randolfe Rodrigues (Rede-AP) demonstrou toda a sua irritação. “Mia Khalifa de novo? Vou ter que chamar a Mia Khalifa para confrontar o senhor“, ironizou o senador.

“Dá licença. Deixa eu falar”, rebateu o senador bolsonarista. “Não, o senhor está insistindo em convocar a Mia Khalifa pra CPI”, disse Randolfe. Um grande bate-boca, então, foi iniciado no Senado.

A pesquisa citada por Heinze surgiu em uma história revelada em junho de 2020 pelo jornal inglês The Guardian, quando a empresa Surgisphere descobriu depois que entre os funcionários constavam uma atriz pornô e uma escritor de ficção científica.

“Pesquisadores começaram a investigar e descobriram que a gerente de vendas da Surgisphere era, pasmem, Sras. Deputadas que estão aqui, Srs. Senadores, a gerente de vendas da Surgisphere era uma atriz pornô. Uma atriz pornô. Nada contra ela”, disse o senador na CPI, há alguns meses.

Muita gente, então, confundiu a história relatada pelo senador governista com o meme de Mia Khalifa, citada como doutora Marcela Pereira, uma suposta infectologista do Instituto Emílio Ribas que estaria conduzindo um estudo sobre o uso da cloroquina no tratamento da covid-19.

Em julho, a ex-atriz pornô e rainha da CPI da Covid respondeu um tuíte do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), vice-presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito.

“Vocês estão em uma crise… Estou a caminho”, declarou a ex-ator pornô, que ainda publicou emojis de avião e mala de viagem. A postagem do senador comentava sobre a investigação que aponta que Eduardo Pazuello teria negociado a compra de vacinas com a a importadora catarinense World Brands, que tem em seu variado cadastro de atividades e negócios “itens de sex shop”.

Randolfe declarou: “Em vez de negociar com o Butantan, Pazuello foi negociar a Coronavac com uma empresa de importação de produtos eróticos… Corre aqui @miakhalifa! Acho que estavam te usando de cortina de fumaça!”.

MAIS LIDAS

Luiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser encontrado através do email [email protected]
Veja mais ›