Ratinho critica governadores, ataca a imprensa e defende Bolsonaro no SBT

Ratinho
Ratinho defende Bolsonaro, ataca a imprensa , governadores e a Justiça (Imagem: Reprodução / SBT)

Ratinho saiu em defesa do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), criticou a imprensa e detonou governadores, a oposição e até a Justiça que, segundo ele, “fizeram tudo o que foi possível para atrapalhar as providências” do governo no combate à pandemia do novo coronavírus no país.

O apresentador usou a reta final do seu programa no SBT na noite de ontem (28), e disse que o país viu uma luz no fim do túnel com o início da vacinação. “O presidente tem recebido todos os tipos de críticas, o governo, o Ministério da Saúde são depreciados constantemente pela oposição e por parte da imprensa que não tem reconhecido a verdadeira importância do trabalho que está sendo realizado”, atacou.

“É de perder a paciência, gente!”, esbravejou ele, que afirmou que o governo “garantiu 300 milhões de doses de vacinas” e ressaltou que o Ministério da Saúde já distribuiu 6 milhões de doses do imunizante, a maioria delas a Coronavac, fabricada pelo Instituto Butantan em parceria com a Sinovac e questionada em demasia por Bolsonaro, o que não foi citado pelo apresentador.

Ratinho disse que o presidente “não pode fazer nada sozinho”, pediu apoiou e reforçou que a vacinação começou, mas se revoltou com as pessoas que furaram a fila do plano de vacinação:

“O que você tem a dizer sobre essas pessoas que estão furando a fila para serem vacinadas primeiro? Na minha opinião são canalhas. O que você acha de cidades que receberam verba do governo e compraram respiradores e adegas de vinho. Muitos que criticam estão levantando as mangas da camisa para tomar a vacina na frente dos outros. Cambada de vagabundo”.

O contratado de Silvio Santos rasgou o verbo contra aqueles que, de acordo com a sua visão, atrapalharam o governo federal no combate à pandemia. “A Justiça, a oposição, governadores de alguns estados. Parece que estão unidos naquela ‘quanto pior, melhor'”, acusou.

“Fecham empresas, fecham comércios, quebram indústrias”, reclamou. “Tem muita gente torcendo pelo caos. É hora de dar um basta nessa situação e buscar uma união nacional para combater esse inimigo que está matando os brasileiros. Chega!”, exigiu.

Paulo CarvalhoPaulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email paullocarvalho19@gmail.com.
Veja mais ›