Record maquia dados de audiência para dizer que venceu O Cravo e a Rosa; não é verdade

O Cravo e a Rosa
O Cravo e a Rosa não perdeu a liderança para a Record (Imagem: Divulgação / Globo)

A Record é um colosso.

Desde o fim do capítulo de segunda-feira (13) de O Cravo e a Rosa venho aguardando este momento com entusiasmo.

Ontem, segundo dados prévios, O Cravo e a Rosa empatou com A Hora da Venenosa na liderança: 10,1 x 10,1.

Mas a alegria da Record, a gente sabe, dura pouco.

Aliás, vai durar menos ainda com o fim de A Fazenda 2021 na quinta-feira (16). Mas isso não vem ao caso.

Passados o furor e os releases informais distribuídos, o empate entre Globo e Record no horário da novela de Walcyr Carrasco converteu-se em uma pequena vantagem nos consolidados a favor de Catarina (Adriana Esteves) e companhia: 10,2 x 10,0.

Mas, partindo da lógica da Record, 10,2 a 10,0 não é empate, é “liderança isolada” pró-Globo.

A Record, porém, manteve o malabarismo e a maquiagem ao divulgar os números nesta terça-feira (14).

Segue o texto distribuído:

“Na tarde desta segunda-feira, dia 13/12, o quadro A Hora da Venenosa conquistou a liderança isolada vencendo, pela primeira vez na história, uma novela da concorrente. 

Das 14h39 às 15h20, a atração, apresentada ontem por Reinaldo Gottino, Keila Jimenez e Renato Lombardi, marcou 9,9 pontos de média, pico de 11 pontos e share de 22%. A segunda colocada, que passou a exibir no horário a reprise de um folhetim e, na sequência, uma sessão de filmes, obteve 9,6 pontos de média. 

Em sua faixa completa, das 11h51 às 15h20, o Balanço Geral SP conquistou a vice-liderança isolada em audiência. Sob o comando de Reinaldo Gottino, o programa registrou 8,2 pontos de média, pico de 11 pontos e share de 19%. A concorrente ficou com menos da metade: 3,8 pontos de média.”

O release da Record leva a crer que A Hora da Venenosa venceu O Cravo e a Rosa. Não é verdade! Enquanto concorreram, das 14h37 às 15h06, a trama bateu a rival por 10,2 a 10,0, como dito.

A liderança “isolada” da Record deu-se na faixa entre 14h39 e 15h20, quando o quadro de fofocas confrontou com o folhetim global e com o filme da Sessão da Tarde – o que levou à vantagem de três décimos na audiência.

Este colunista é um crítico contumaz desse malabarismo de conveniência, seja por parte da Globo, Record, SBT, Canal do Boi… 10,2 x 10,0 não é liderança isolada pró-Globo. É empate na liderança, assim como 9,9 x 9,6.

A bem da verdade, o que pode ser falado é que o programa da emissora A levou vantagem decimal sobre o programa da emissora B, destacando que foi líder. Mas nada de liderança “isolada” sustentada por décimos ou, pior, centésimos. Isso é um achincalhe.

A maquiagem pode colar em alguns lugares. Mas aqui não.

Gostou do conteúdo? Siga @rd1oficial no Instagram e RD1.com.br no Facebook para acompanhar as últimas notícias dos famosos.

MAIS LIDAS

João Paulo Dell Santo
João Paulo Dell Santo consome TV e a leva a sério desde que se entende por gente. Em 2009 transformou esse prazer em ofício e o exerceu em alguns sites. No RD1, já foi colunista, editor-chefe, diretor de redação e desde 2015 voltou a chefiar a equipe. Pode ser encontrado nas redes sociais através do @jpdellsanto ou pelo email [email protected].
Veja mais ›