Relembre atores que deixaram o Brasil para fazer novelas em Portugal

Thiago Rodrigues
Thiago Rodrigues pediu demissão da Globo para tentar a sorte em Portugal (Imagem: Divulgação / Globo)

Anos atrás, Thiago Rodrigues pegou muita gente de surpresa com a notícia de que estava deixando o Brasil para tentar a sorte em Portugal.

publicidade

No Instagram, o galã de novelas como Páginas da Vida, atualmente reprisada no Canal Viva, e Além do Horizonte confirmou sua saída da Globo e falou das expectativas para a nova fase.

Sou muito grato por tudo que vivi na Globo. Tenho as mais incríveis lembranças de todos os trabalhos que participei. Continuo amando meu trabalho, sonhando com novos mundos, novos personagens. Cheio de planos e projetos! Portanto, eu só posso dizer a todas essas pessoas e a TV Globo: muito obrigado e até breve!“, escreveu.

publicidade

Veja Também

Thiago, no entanto, não foi o primeiro ator brasileiro a trocar a TV brasileira pela lusitana. Vejamos a seguir outros casos de artistas daqui que se deram bem na mesma empreitada.

Confira:

Oscar Magrini
Oscar Magrini fez duas novelas em Portugal nos anos 2000 (Imagem: Divulgação)

Oscar Magrini

O ator de 56 anos já era figurinha carimbada nas novelas Globo quando perdeu seu contrato de exclusividade com a casa, em 1999. Magrini ainda ensaiou uma migração para a Record – onde atuou em Marcas da Paixão (2000) – mas, desiludido com o mercado daqui, resolveu aceitar um convite do canal português SIC para integrar o elenco fixo da novela Ganância.

publicidade

A obra não fez muito sucesso, mas Oscar se adaptou tão bem ao “modus operandi” da dramaturgia local que acabou sendo escalado no ano seguinte para outro folhetim local, A Senhora das Águas – desta vez, como um dos protagonistas. Apesar do sucesso, a saudade foi mais forte e o astro retornaria ao Brasil em 2004, para atuar em Canavial de Paixões, do SBT, voltando à Globo um ano depois.

Graziella Schmitt
Graziella Schmitt viveu heroína vingativa em Belmonte (Imagem: Divulgação)

Graziella Schmitt

Após participar de O Rico e Lázaro, da Record, Graziella Schmitt passou por um período de vacas magras em sua carreira por volta de 2012, depois de ter estrelado no SBT a mal-sucedida novela Amor e Revolução.

publicidade

Foi quando pintou uma chance de viver sua segunda protagonista em Belmonte. No folhetim do canal português TVI – uma adaptação livre da história chilena Hijos del Monte -, a atriz deu vida à vingativa Paula, herdeiro bastarda do rico fazendeiro Emílio Belmonte (António Capelo), que resolve seduzir o filho adotivo de seu falecido pai, João (Filipe Duarte), para recuperar a herança que é sua de direito – mas acaba apaixonando-se pelo rapaz.

Belmonte foi um grande sucesso em Portugal e chegou a ser indicada ao Prêmio Emmy 2016 de Melhor Novela – do qual a grande vencedora foi a trama brasileira Império.

Bruno Cabrerizo
Bruno Cabrerizo ficou famoso em Portugal antes de estrear na TV do Brasil (Imagem: Divulgação)
publicidade

Bruno Cabrerizo

Antes de estrear na pele de Inácio na trama das 18h da Globo, Tempo de Amar, Bruno Cabrerizo era um completo desconhecido do público brasileiro – diferentemente da Europa, onde ele já gozava de uma boa fama como ator e apresentador.

Nascido e criado no Rio de Janeiro, Bruno começou investindo na carreira de jogador de futebol, chegando a integrar o elenco de times de peso como Botafogo e Cruzeiro. Em 2009, desiludido com o esporte, foi tentar a sorte na TV da Itália, ganhando no ano seguinte o comando do programa Salsa Rosa.

Após pequenas participações em séries italianas como Don Matteo e Centrovetrine, o carioca viu a fama lhe sorrir de vez ao mudar-se para Portugal, onde ganhou uma legião de fãs na pele do sedutor Santiago, da novela A Única Mulher. Ele se dedicava às gravações de outra trama lusitana, Ouro Verde, quando surgiu o convite para voltar ao Brasil e viver seu primeiro protagonista na Globo.

Sílvia Pfeifer
Sílvia Pfeifer integrou núcleo central de Ouro Verde (Imagem: Divulgação)
publicidade

Sílvia Pfeiffer

Após mais de 20 anos sem protagonizar novelas – a última vez havia sido em Tropicaliente (1994) -, Sílvia voltou a integrar o elenco principal de um folhetim quando aceitou fazer Ouro Verde, trama portuguesa do canal TVI.

Sua personagem era a sofisticada Mônica Brandão, mãe da heroína da história, Bia (Joana de Verona). A novela fez muito sucesso e deixou o nome de Sílvia em alta na mídia do país. O último trabalho da musa em novelas brasileiras havia sido Alto Astral, em 2014, além de uma ponta na recente Totalmente Demais.

Juliana Baroni
Juliana Baroni já fez de tudo na TV (Imagem: Divulgação)
publicidade

Juliana Baroni

Revelada como atriz em Malhação e pupila de Miguel Falabella na Globo, a atriz e ex-paquita da Xuxa já provou que não tem medo de arriscar além dos limites da “vênus platinada”.

Em quase 30 anos de carreira, Juliana já foi contratada da Record, estrelou uma novela musical na Band e recentemente foi protagonista da trama infantil Cúmplices de um Resgate, do SBT. Antes de tudo isso, porém, fez um hiato em sua carreira no Brasil para integrar, em 2002, o elenco da novela lusitana A Senhora das Águas.

Gracindo Júnior
Gracindo Júnior deixou a Record em 2014 (Imagem: Divulgação)

Gracindo Júnior

O consagrado ator de 74 anos perdeu espaço na televisão brasileira após se desligar da Record. Seu talento comprovado acabou, porém, chamando a atenção da TVI, que o contratou para reforçar o time de intérpretes brasileiros no elenco de sua novela Ouro Verde.

Na trama escrita por Maria João Costa, Gracindo deu vida ao coronel brasileiro Januário Cavalcanti, responsável por herdar ao protagonista da história, José Maria (Diogo Morgado), a fortuna que lhe permitia se vingar de seus inimigos – mote central da trama.

Joana Balaguer
Joana Balaguer: vai-e-vem entre Brasil e Portugal (Imagem: Divulgação)

Joana Balaguer

A atriz e modelo, que já foi considerada sósia de Daniella Cicarelli, fez sucesso protagonizando a temporada 2005 de Malhação, ao lado de Fernanda Vasconcellos e Thiago Rodrigues.

Joana deixou o programa em 2007 e, sem emplacar novos trabalhos na TV brasileira, topou em 2010 passar oito meses em Lisboa gravando a novela juvenil Lua Vermelha, onde interpretava uma professora de educação física.

Em 2011, a beldade retornou ao Brasil para assinar contrato com a Record, onde faria a minissérie Sansão e Dalila e a novela Balacobaco. Após outro hiato na carreira televisiva, ela retornou a Portugal em fevereiro deste ano para gravar o folhetim Amor Maior.

Miguel Thiré
Miguel Thiré se queixou da experiência na “terrinha” (Imagem: Divulgação)

Miguel Thiré

Outro ex-Malhação, o filho de Cecil Thiré teve seus últimos trabalhos na TV nacional na série Copa Hotel (2013), do GNT, e na novela global Em Família (2014). Depois disso, pintou a oportunidade de interpretar Lucas na trama da TVI, A Impostora, a qual Miguel fez questão de aproveitar.

Apesar do sucesso no país-irmão, Thiré não acredita que Portugal seja um bom celeiro de oportunidades para atores brasileiros.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

“Portugal é uma opção de qualidade de vida, agora de oportunidade de trabalho, não é! Nos amam como brasileiros, mas seremos sempre estrangeiros“, admitiu, em entrevista ao jornal Extra.

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui
Da RedaçãoDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.