Remake de A Usurpadora contraria bom momento de mexicanas no SBT

A Usurpadora
Sandra Echeverría (Paola) em A Usurpadora; remake escalado pelo SBT para ampliar audiência do horário nobre enfrenta crise nos números (Imagem: Reprodução / SBT)

A nova versão de A Usurpadora (2019), escalada pelo SBT para turbinar a audiência do horário nobre, não está cumprindo o objetivo. Dados referentes a Grande São Paulo mostram que o remake produzido pela Televisa – em formato de série – perdeu público ao longo dos três primeiros capítulos, exibidos entre 6 e 8 de outubro, contrariando o bom momento das tramas mexicanas no canal de Silvio Santos.

A Usurpadora estreou na quarta-feira (6), com 7,3 pontos. No dia seguinte (7), acumulou 5,8 de média. Na sexta-feira (8), a versão estrelada por Sandra Echeverría alcançou 4 pontos.

Considerando os números de Carinha de Anjo (2016), que antecede o remake na grade, é possível confirmar que o remake despertou a curiosidade do público. Na quarta, a reprise da novela amealhou 6,2 de média, enquanto a série angariou 7,3. Mas… O público se esvaiu nos dias seguintes. Na quinta e na sexta, ‘Carinha’ atingiu 7,5 e 5,7 pontos, acima do consolidado por A Usurpadora.

O interesse pelo Programa do Ratinho, que já era escasso, diminuiu ainda mais. Na quarta, a atração de Carlos Massa, que agora recebe de A Usurpadora, bateu 5 pontos. Nos dias seguintes, 4,6 e 4 de média.

Enquanto isso, as produções alocadas na faixa Novelas da Tarde seguem em alta. Os capítulos de Coração Indomável, no ar dos dias 4 a 8 deste mês, fecharam com 7,3 pontos, acima dos 7 emplacados entre 27 de setembro e 1° de outubro. Te Dou a Vida garantiu 7,1 de média, ligeiramente abaixo dos 7,3 pontos marcados na semana anterior.

Duh Secco
Duh Secco é  "telemaníaco" desde criancinha. Em 2014, criou o blog Vivo no Viva, repercutindo novelas e demais atrações do Canal Viva. Foi contratado pela Globosat no ano seguinte. Integra o time do RD1 desde 2016, nas funções de repórter e colunista. Também está nas redes sociais e no YouTube (@DuhSecco), sempre reverenciando a história da TV e comentando as produções atuais.
Veja mais ›