Renata Lo Prete manda a real sobre manifestações e “janta” Bolsonaro na Globo

Renata Lo Prete
Renata Lo Prete disparou poucas e boas contra Bolsonaro (Imagem: Reprodução – Globo / Montagem – RD1)

Renata Lo Prete fez uma edição do Jornal da Globo com posicionamentos bem firmes contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Durante o telejornal, a apresentadora mostrou os discursos do político contra o Supremo Tribunal Federal e reagiu às falas.

“Falando a apoiadores neste 7 de setembro, o presidente Jair Bolsonaro atropelou o Congresso e o Supremo, ou seja, os dois poderes da República que não aquele que ele chefia. O Congresso, ao ressucitar a conversa de voto impresso já enterrada pelos parlamentares, que tem a prerrogativa de decidir sobre isso. E o Supremo, ao dizer que não vai mais respeitar decisões do ministro Alexandre de Moraes”, iniciou a jornalista.

Num outro momento do noticiário, a âncora acrescentou: “Temos que as duas maiores de afrontas à Constituição foram cometidas em atos em São Paulo. Primeiro quando ele disse que não vai aceitar as eleições do ano que vem se ela não for como ele quer”.

O Jornal da Globo, então, exibiu um vídeo de discurso em que, claramente, Bolsonaro atacava o ministro Alexandre de Moraes e garantia que não respeitaria as decisões dele. Renata Lo Prete disparou:

“O que não existe, vamos falar claro, é desrespeitar decisões de um ministro do Supremo. O desrespeito é ao Tribunal como um todo. Tribunal que é a instância máxima do Judiciário, um outro poder. Bolsonaro tenta caracterizar como algo pessoal, porque Alexandre de Moraes é relator dos inquéritos da fake news e será o presidente do TSE no ano de eleição. Mas, na verdade, o presidente já mirou outros ministros no passado e vai mirar qualquer um que aparecer no caminho dele”.

Ainda sobre os atos que ocorreram ontem, a jornalista apontou os motivos pelos quais o presidente ainda tenta agir de forma mais incisiva contra o Supremo.

“Primeiro, não teve golpe, mas Bolsonaro vai continuar a insistir nisso. Para ele, o 7 de setembro nunca foi o dia ‘D’ e, sim, mais uma etapa no projeto de demolição das instituições para tentar ficar no poder em qualquer cenário eleitoral e criminal. Segundo, é verdade que o governo não tem resposta para qualquer um dos problemas dos brasileiros: desemprego, inflação, seca e covid”, completou ela.

Luiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser através do email [email protected]
Veja mais ›